Busca avançada
Ano de início
Entree

Hardware de monitoramento do cio e da sanidade bovina de fácil instalação

Processo: 17/22135-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
Pesquisador responsável:Diego Vaz Pontes Cambra
Beneficiário:Diego Vaz Pontes Cambra
Empresa:Cowboy Soluções Integradas para o Agronegócio Ltda
CNAE: Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Campinas
Pesq. associados: José Renato Pontes Cambra ; Thiago Bruschi Martins
Bolsa(s) vinculada(s):18/23513-7 - Hardware de monitoramento do cio e da sanidade bovina de fácil instalação, BP.TT
18/18597-7 - Desenvolvimento de pesquisas para a obtenção de um hardware de monitoramento do cio e da sanidade bovina de fácil instalação, BP.PIPE
Assunto(s):Computação em nuvem  Hardware  Internet das coisas  Bovinos  Reprodução animal 

Resumo

A presente proposta visa o desenvolvimento de um equipamento de hardware com sensores e sistema de comunicação próprios, que seja de baixo custo de capital de instalação e manutenção do ponto de vista de proprietários de fazendas leiteiras. Este equipamento será fixado em bovinos e deverá ser capaz de realizar uma detecção precisa do cio e de informar o melhor momento para a inseminação, elevando assim a taxa de um dos principais fatores da produção rentável de leite: a fertilidade do rebanho.Com a introdução das inovações tecnológicas desenvolvidas para Internet das Coisas (IoT) em sensores e com a crescente aplicação da computação em nuvem, incluindo também novas ferramentas de tecnologia da informação e comunicação, será possível monitorar a saúde animal em seu próprio ambiente. O mercado de bovinos no Brasil alcançou em 2016 a marca de 228 milhões de animais, dos quais 23 milhões são para produção de leite e 205 milhões para o corte. Atualmente para uma fazenda de criação de bovinos alcançar uma gestão eficiente é necessária uma redução de custos aliada com o aumento da produtividade. Para as fazendas leiteiras, por exemplo, a produtividade está fortemente ligada ao tempo produtivo de uma vaca entre uma gestação e outra. A redução do tempo entre partos aumenta não só a produção média de leite, mas também favorece o aprimoramento genético do rebanho. Neste contexto, a pecuária de precisão aliada a soluções tecnológicas como as propostas neste projeto entra como um fator chave para o agronegócio brasileiro, maximizando os recursos, reduzindo desperdícios e aproveitando corretamente e eficientemente a mão de obra disponível no campo. (AU)