Busca avançada
Ano de início
Entree

Flora aromática da Mata Atlântica no Estado de São Paulo: composição química dos óleos voláteis e análise da atividade biológica

Processo: 02/12215-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de junho de 2004 - 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Hrihorowitsch Moreno
Beneficiário:Paulo Roberto Hrihorowitsch Moreno
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Inês Cordeiro ; Maria Claudia Marx Young
Bolsa(s) vinculada(s):08/09071-0 - Extração dè óleos essenciais e análise da composição química pôr cromatografia a gás (CG/FID) e cromatografia a gás acoplada à espectrometria de massas (CG/EM), BP.TT
06/58914-4 - Comparação da composição química e das atividades biológicas dos óleos essenciais de folhas de populações de Hedyosmum brasiliense provenientes da Serra do Mar e Serra da Mantiqueira (Mata Atlântica), BP.MS
06/56904-1 - Determinação da composição química e avaliação da atividade antimicrobiana dè óleos essenciais extraídos dè espécies nativas da Mata Atlântica, BP.TT
05/56764-2 - Análise da composição química e atividade biológica dos óleos voláteis de espécies de Myrtaceae e Lauraceae nativas da Mata Atlântica do Estado de São Paulo, BP.PD
05/50479-4 - Flora aromática da Mata Atlântica no Estado dè São Paulo: composição química dós óleos voláteis e análise da atividade biológica, BP.TT
Assunto(s):Compositae  Plantas aromáticas  Plantas medicinais  Cultivo de plantas  Óleos essenciais  Desenvolvimento sustentável  Germoplasma vegetal  Bioatividade 
Publicação FAPESP:http://www.fapesp.br/biota/biota_moreno.pdf

Resumo

Esta proposta visa a contribuir com o conhecimento da constituição química dos óleos voláteis presentes em espécies nativas da Mata Atlântica bem como verificar possível atividade farmacológica desses óleos (antibacteriana, antifúngica, antiinflarnatória e antineoplásica). As espécies cujos óleos apresentarem constituintes de interesse aromático ou farmacológico serão selecionadas para estudos posteriores de propagação in vivo e in vitro visando o manejo e a manutenção do germoplasma. A meta principal desta proposta é contribuir para a sustentabilidade do bioma, apontando seu potencial econômico de acordo com as demandas atuais. A busca do desenvolvimento sustentável repercute tanto no processo de seleção de espécies com emprego potencial como nos métodos de produção da matéria-prima. O uso de insumos naturais quer por indústrias de cosméticos quer por aquelas especializadas em produtos fitoterápicos é limitado pela escala da coleta e pela sustentabilidade da floresta. Na grande maioria dos casos, a indústria busca novos cultivares que garantam a escala de produção dos insumos. Nesse sentido, o desenvolvimento da biotecnologia, particularmente da engenharia genética, vem facilitando o cultivo de plantas medicinais e aromáticas longe do seu habitat natural, contribuindo para que se passe do extrativismo ao cultivo. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DELGADO, LILIANA FERREIRA; BARBEDO, CLAUDIO JOSE. Water Potential and Viability of Seeds of Eugenia (Myrtaceae), a Tropical Tree Species, Based upon Different Levels of Drying. Brazilian Archives of Biology and Technology, v. 55, n. 4, p. 583-590, JUL-AUG 2012. Citações Web of Science: 7.
TEIXEIRA, CARMEN C.; BARBEDO, CLAUDIO J. The development of seedlings from fragments of monoembryonic seeds as an important survival strategy for Eugenia (Myrtaceae) tree species. TREES-STRUCTURE AND FUNCTION, v. 26, n. 3, p. 1069-1077, JUN 2012. Citações Web of Science: 10.
DELGADO, L. P.; MELLO, J. I. O.; BARBEDO, C. J. Potential for regeneration and propagation from cut seeds of Eugenia (Myrtaceae) tropical tree species. SEED SCIENCE AND TECHNOLOGY, v. 38, n. 3, p. 624-634, 2010. Citações Web of Science: 7.
CRISTINA RITA RADICS KOSZO; MIRIAN CILENE SPASIANI RINALDI; CLAUDIO JOSÉ BARBEDO. Germinação de sementes de Erythrina speciosa Andr., Eugenia brasiliensis Lam. e Cucumis sativus L. em meio ácido. Hoehnea, v. 34, n. 3, p. -, 2007.
SILVA, CRISTIANA VENDRAME; BILIA, DENISE AUGUSTA CAMARGO; BARBEDO, CLAUDIO JOSÉ. Fracionamento e germinação de sementes de Eugenia. Revista Brasileira de Sementes, v. 27, n. 1, p. 86-92, jun. 2005.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.