Busca avançada
Ano de início
Entree

Implicações da expansão e intensificação do cultivo da cana-de-açúcar nos serviços ecossistêmicos do solo

Processo: 18/09845-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Maurício Roberto Cherubin
Beneficiário:Maurício Roberto Cherubin
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Eduardo Pellegrino Cerri ; João Luís Nunes Carvalho ; Luiz Antonio Martinelli ; Moacir Tuzzin de Moraes ; Paulo Sergio Pavinato ; Ricardo de Oliveira Bordonal ; Tsai Siu Mui
Bolsa(s) vinculada(s):19/15741-2 - Apoio a quantificação e monitoramento da produção de fitomassa da cana-de-açúcar em cenários de intensificação do cultivo, BP.TT
Assunto(s):Bioenergia  Manejo do solo  Qualidade do solo 

Resumo

O solo é um capital natural que desempenha múltiplas funções e consequentemente, fornece serviços ecossistêmicos essenciais aos seres humanos. Portanto, avaliar os impactos da expansão e intensificação de sistemas agrícolas sobre os "Serviços Ecossistêmicos do Solo" (i.e., fluxo de benefícios fornecidos pelo solo para satisfazer as necessidades humanas) é um tema globalmente emergente, estratégico e prioritário de pesquisa para garantir que o desenvolvimento sustentável nas próximas décadas. No Brasil, essa temática é muito recente e portanto, há um enorme campo de pesquisa nesta área. Diante disso, o objetivo do projeto é avaliar os impactos da expansão e intensificação do cultivo da cana-de-açúcar sobre a provisão de serviços ecossistêmicos do solo. O sistema de produção da cana-de-açúcar será utilizado como "estudo de caso" nesse projeto, dada sua importância econômica, social e ambiental para o país, associado a experiência da equipe proponente. Dois principais cenários serão investigados: i) mudança de uso da terra para a expansão da cana-de-açúcar; e ii) mudança de manejo com remoção dos resíduos culturais visando aumentar a produtividade bioenergética do sistema. Inicialmente, serão identificadas e selecionadas quatro áreas de estudo que representem esses dois cenários na região Centro-Sul do Brasil. Em seguida, diferentes abordagens (e.g., estatística, conjunto mínimo de dados, opinião de especialistas), serão utilizadas para definir os indicadores melhor associados aos serviços ecossistêmicos fornecidos pelo solo. Conjunto de dados previamente coletados com outros objetivos serão utilizados nessa etapa. Uma vez definido os indicadores, atividades de campo e laboratório serão conduzidas para obtenção de dados primários de solo e planta. De posse dos dados, a etapa mais desafiadora será desenvolver um sistema (framework) de avaliação dos serviços ecossistêmicos do solo. Esse sistema conectará as propriedades (medidas) às funções do solo e aos serviços ecossistêmicos associados. Estas inter-relações serão avaliadas em diferentes níveis de complexidade usando métodos, frameworks, índices e modelos, permitindo assim, avaliar desde alterações em propriedades e processos específicos até avalições holísticas que permitirão atingir grandes audiências. Espera-se que os resultados do projeto possam ajudar a compreender melhor os impactos causados pela expansão/intensificação do cultivo da cana-de-açúcar nos serviços ecossistêmicos do solo e consequentemente, guiar estratégias de uso e manejo mais sustentáveis que estejam alinhados com os grandes desafios globais, como segurança energética, mudanças climáticas e bem-estar social. O conhecimento gerado a partir do estudo na cana-de-açúcar poderá ser aplicado, num segundo momento, para outros sistemas de produção estratégicos para o desenvolvimento nacional. Por fim, a implementação deste projeto será estratégica para consolidar uma linha pesquisa inovadora em serviços ecossistêmicos do solo na instituição e emergente no Brasil e exterior, possibilitando nuclear professores, pesquisadores e estudantes interessados na temática. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (27 total):
Mais itensMenos itens
Cómo gestionar la paja de la caña azúcar para mejorar la generación de bioenergía 
Use Of Sugarcane Straw For Bioenergy Is An Opportunity, But There Are Pros And Cons 
The use of sugarcane straw for bioenergy is an opportunity, but there are pros and cons 
Use Of Sugarcane Straw For Bioenergy Is An Opportunity, But There Are Pros And Cons 
Study Highlights the Importance of Managing the Use of Sugarcane Straw to Generate Bioenergy 
The use of sugarcane straw for bioenergy is an opportunity, but there are pros and cons 
The use of sugarcane straw for bioenergy is an opportunity, but there are pros and cons 
The use of sugarcane straw for bioenergy is an opportunity, but there are pros and cons 
THE USE OF SUGARCANE STRAW FOR BIOENERGY IS AN OPPORTUNITY, BUT THERE ARE PROS AND CONS 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 
Uso da palha da cana para gerar bioenergia requer critérios, aponta estudo 

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GMACH, M. R.; SCARPARE, V, F.; CHERUBIN, M. R.; LISBOA, I. P.; BELARMINO DOS SANTOS, A. K.; PELLEGRINO CERRI, C. E.; CERRI, C. C. Sugarcane straw removal effects on soil water storage and drainage in southeastern Brazil. JOURNAL OF SOIL AND WATER CONSERVATION, v. 75, n. 5, p. 466-476, SEP-OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
LISBOA, IZAIAS P.; CHERUBIN, MAURICIO R.; DE LIMA, RENATO P.; GMACH, MARIA R.; WIENHOLD, BRIAN J.; SCHMER, MARTY R.; JIN, VIRGINIA L.; JUNIOR, ELIZIO F. F.; GUERRA, HENRIQUE P.; CERRI, CARLOS C.; CERRI, CARLOS E. P. Sugarcane Straw Blanket Management Effects on Plant Growth, Development, and Yield in Southeastern Brazil. CROP SCIENCE, v. 59, n. 4, p. 1732-1744, JUL-AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
LISBOA, IZAIAS P.; CHERUBIN, MAURICIO R.; SATIRO, LUCAS S.; SIQUEIRA-NETO, MARCOS; LIMA, RENATO P.; GMACH, MARIA R.; WIENHOLD, BRIAN J.; SCHMER, MARTY R.; JIN, VIRGINIA L.; CERRI, CARLOS C.; CERRI, CARLOS E. P. Applying Soil Management Assessment Framework (SMAF) on short-term sugarcane straw removal in Brazil. INDUSTRIAL CROPS AND PRODUCTS, v. 129, p. 175-184, MAR 2019. Citações Web of Science: 2.
OLIVEIRA, DENER M. S.; CHERUBIN, MAURICIO R.; FRANCO, ANDRE L. C.; SANTOS, AUGUSTO S.; GELAIN, JAQUELINI G.; DIAS, NAISSA M. S.; DINIZ, TATIANA R.; ALMEIDA, ALEXANDRE N.; FEIGL, BRIGITTE J.; DAVIES, CHRISTIAN A.; PAUSTIAN, KEITH; KARLEN, DOUGLAS L.; SMITH, PETE; CERRI, CARLOS C.; CERRI, CARLOS E. P. Is the expansion of sugarcane over pasturelands a sustainable strategy for Brazil's bioenergy industry?. RENEWABLE & SUSTAINABLE ENERGY REVIEWS, v. 102, p. 346-355, MAR 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.