Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de adesivos sensíveis a pressão (PSA) via polimerização em emulsão e em miniemulsão do farneceno para produção de fitas adesivas

Processo: 18/12469-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Dayane Batista Tada
Beneficiário:Dayane Batista Tada
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriano Marim de Oliveira ; Lilia Müller Guerrini
Assunto(s):Adesivos sensíveis à pressão  Fitas adesivas  Trans-beta-farneseno  Polimerização 

Resumo

O desenvolvimento de novos materiais poliméricos oriundos de fontes renováveis e menos agressivos ao meio ambiente tem recebido grande atenção nos últimos anos, com destaque para os adesivos em meio aquoso que apresentam propriedades específicas de aplicação, menor custo de matéria prima e, sobretudo, menor impacto ambiental. Neste sentido, estudos mais recentes demonstram que as técnicas de polimerização em emulsão e em miniemulsão são atraentes para produção de adesivos sensíveis a pressão (PSA, pressure sensitive adhesives), empregando diferentes matérias primas provenientes de fontes renováveis. Diante disso, este projeto de pesquisa tem como objetivo desenvolver novos adesivos PSA via polimerização em emulsão e em miniemulsão do beta-farneceno, oriundo de fonte renovável, em substituição aos tradicionais monômeros acrílicos utilizados na produção de adesivos PSA para fabricação de fitas e outros materiais de interesse industrial. Além disso, este projeto visa empregar diferentes estratégias de síntese, visando encontrar as melhores condições de processo para produzir adesivos PSA, além de avaliar o efeito da concentração do beta-farneceno, do tipo de iniciador e da composição monomérica nas propriedades coloidais e de aplicação dos adesivos. Os adesivos produzidos serão avaliados em relação a conversão global e individual dos monômeros, composição da cadeia polimérica, propriedades coloidas (diâmetro de partícula, tensão superficial, potencial zeta), comportamento reológico, propriedades térmicas e propriedades mecânicas. Os adesivos produzidos serão ainda empregados na fabricação de fitas adesivas de polipropileno biaxialmente orientado (BOPP) e avaliados em relação às propriedades de adesão, coesão, tack e cisalhamento estático. Este projeto de pesquisa será desenvolvido com apoio técnico da BASF S.A. e do grupo de polímeros do ICT-UNIFESP, visando entender o efeito do beta-farneceno nas propriedades coloidas, intrínsecas e de aplicação dos adesivos "verdes" para fabricação de fitas adesivas e de outros materiais adesivos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.