Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação clínica do efeito da irradiação com laser de diodo sobre raízes expostas, associados ou não ao verniz fluoretado, no controle da hipersensibilidade dentinária: estudo clínico controlado randomizado

Processo: 17/23527-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Sergio Kiyoshi Ishikiriama
Beneficiário:Sergio Kiyoshi Ishikiriama
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Diodo laser  Dentística  Retração gengival 

Resumo

A hipersensibilidade dentinária (HD) consiste em uma condição clínica de etiologia multifatorial caracterizada por uma resposta dolorosa aguda a estímulos externos de diferentes naturezas, devido à presença de dentina clinicamente exposta.Essa situação é capaz de gerar um quadro de ansiedade e perda de qualidade de vida dos pacientes. Seu tratamento a longo prazo é complexo, não existindo até o presente momento um protocolo totalmente eficaz no seu controle.Nesse contexto, o objetivo do presente estudo intervencionista, randomizado controlado, duplo cego e do tipo boca dividida, consiste na avaliação da irradiação da dentina clinicamente exposta com um laser de diodo de 980nm, associado ou não ao verniz fluoretado, no controle clínico da HD a curto e a longo prazo.Para isso, 45 pacientes com pelo menos 3 dentes em hemiarcos diferentes, que apresentem recessão gengival e sensibilidade superior a 4 na escala VAS, após estímulo evaporativo, serão selecionados e tratados de acordo com os diferentes protocolos propostos (irradiação com laser de diodo 1W; laser de diodo 1W + verniz fluoretado ou apenas verniz fluoretado).A avaliação da HD será realizada previamente ao tratamento, imediatamente após o mesmo, bem como 1 semana, 1, 6 e 12 meses após o tratamento. (AU)