Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação clínica, imunológica e microbiológica de Gengivite e Mucosite experimental em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva

Processo: 18/06115-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Enilson Antonio Sallum
Beneficiário:Enilson Antonio Sallum
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Isabela Lima França Grohmann ; Renato Corrêa Viana Casarin
Assunto(s):Periodontite agressiva  Microbiota  Citocinas  Inflamação  Biomarcadores  Implantes dentários 

Resumo

Gengivite e mucosite peri-implantar são doenças inflamatórias reversíveis, que não apresentam perda de tecido de suporte e não deixam sequelas. Apesar das aparentes similaridades, podem existir diferenças no processo inflamatório, bem como no microbioma, ao redor de dentes e implantes e entre pacientes com histórico de doença periodontal quando comparados a indivíduos saudáveis. O conhecimento dos distintos fatores microbiológicos e imunológicos pode auxiliar na busca de biomarcadores para o estado de saúde/doença. Portanto, o objetivo deste estudo é avaliar, através de parâmetros clínicos, microbiológicos e imunológicos, as mudanças ocorridas durante o modelo de gengivite/mucosite experimental, entre dentes e implantes, e entre pacientes com histórico de periodontite agressiva e saudáveis. Serão incluídos 20 pacientes, sendo 10 saudáveis e 10 com histórico de Periodontite agressiva (PA). Todos os pacientes deverão apresentar um implante unitário há mais de 6 meses em função e um dente localizado na hemi-arcada contralateral, em posição semelhante, permitindo a comparação com o implante. Os voluntários serão submetidos ao modelo de gengivite/mucosite experimental de 21 dias. A inflamação clínica e imunológica será medida em cinco períodos (baseline, 7, 14, 21 e 42 dois dias) através do índice gengival modificado (IGM) omitindo-se o componente de sangramento, escore de sangramento angulado (ESA), fluxo do fluido crevicular gengival e peri-implantar (FCG e FCI), índice de placa (IP) e os marcadores inflamatórios serão determinados através de multi-ensaio (multiplex assay Magpix") com o software xPONENT®. A análise microbiológica será realizada nos mesmos períodos através das coletas de biofilme subgengival que será analisado através do sequenciamento de genes pelo 16S rRNA. Os dados serão submetidos a análise estatística, utilizando-se nível de significância de 5%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.