Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapa genético de alta resolução e análise de QTL relacionado à características de crescimento de Hevea Brasiliensis cultivada sob condições subótimas de temperatura e umidade

Processo: 18/16494-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de outubro de 2018 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Anete Pereira de Souza
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Melhoramento genético  Variação genética  Seringueira  Marcador molecular 

Resumo

O cultivo de seringueira (Hevea brasiliensis) é a principal fonte de borracha natural em todo o mundo e tem sido estendido a áreas com climas abaixo do ideal e longos períodos de seca; essa transição afeta o crescimento e a produção de látex. Mapas genéticos de alta densidade com marcadores confiáveis suportam o mapeamento preciso de locos de características quantitativas (QTL), que podem ajudar a revelar o genoma complexo da espécie, fornecer ferramentas para melhorar a reprodução molecular e encurtar o ciclo de reprodução. Neste estudo, o mapeamento de QTL do diâmetro do caule, da altura da árvore e do número de verticilos foi realizado para uma população de irmãos completos derivada do cruzamento GT1 e RRIM701. Um total de 225 repetições de sequência simples (SSRs) e 186 marcadores de polimorfismo de nucleotídeo único (SNP) foram usados para construir um mapa base com 18 grupos de ligação e para ancorar 671 SNPs de genotipagem por sequenciamento (GBS) para produzir um mapa de ligação muito denso. com pequenos intervalos entre loci. O mapa final foi composto por 1.079 marcadores, medindo 3.779,7 cM, com densidade média de marcadores de 3,5 cM, e mostrou colinearidade entre os marcadores de estudos anteriores. Variações significativas nas características fenotípicas foram encontradas ao longo de um período de avaliação de 59 meses, com um total de 38 QTLs sendo identificados através de um método de mapeamento por intervalo composto. O grupo de ligação 4 apresentou o maior número de QTLs (7), com valores fenotípicos explicados variando de 7,67% a 14,07%. Além disso, estimamos padrões de segregação,45 dominância e efeitos aditivos para cada QTL. Um total de 53 efeitos significativos para o diâmetro do caule foram observados, e estes efeitos foram principalmente relacionados à aditividade no clone GT1. A associação de conjuntos genômicos precisos e mapas genéticos representa uma estratégia promissora para identificar a base genética de características fenotípicas em seringueiras. Então, mais pesquisas podem se beneficiar dos QTLs aqui identificados, fornecendo uma melhor compreensão dos principais genes determinantes associados ao crescimento de Hevea brasiliensis sob condições limitantes da água. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.