Busca avançada
Ano de início
Entree

Hematobina é uma nova proteína imunomoduladora presente na saliva da mosca dos chifres Haematobia irritans que inibe a resposta inflamatória em macrófagos murinos

Processo: 18/14193-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de outubro de 2018 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Anderson de Sá Nunes
Beneficiário:Anderson de Sá Nunes
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Saliva  Macrófagos  Inflamação  Haematobia irritans 

Resumo

Fundamentação: A mosca-dos-chifres, Haematobia irritans, é um ectoparasita que se alimenta de sangue e responsável por perdas econômicas substanciais na pecuária. Assim como outras espécies de artrópodes hematófagos, o sucesso do repasto sanguíneo de H. irritans é altamente dependente da modulação da hemostasia e do sistema imune do hospedeiro. No presente trabalho, avaliamos a atividade biológica da hematobina (HTB), uma proteína recentemente identificada na saliva de H. irritans, sobre a biologia de macrófagos. O objetivo foi entender as potenciais interações entre os componentes da saliva de H. irritans e a resposta imune aguda do hospedeiro.Resultados: Macrófagos peritoneais de camundongos BALB/c foram elicitados por tioglicolato e estimulados por lipopolissacarídeo (LPS) e interferon-g (IFN-g) na presença ou ausência de HTB recombinante. A presença da proteína salivar nas culturas inibiu a produção de óxido nítrico e reduziu a expressão de óxido nítrico sintase induzível (iNOS) estimuladas por LPS e IFN-g. Os níveis do fator de necrose tumoral-a (TNF-a) e de interleucina-12p40 (IL-12p40) também foram reduzidos nos macrófagos pré-incubados com HTB; esses resultados se correlacionaram à redução da expressão de NF-kB. As atividades biológicas descritas aqui não estão associadas a alterações na ligação de anexina V por macrófagos, sugerindo que HTB não induz morte celular. Além disso, a atividade da HTB parece ser específica para macrófagos, uma vez que não foram observadas alterações na proliferação ou produção de citocinas por linfócitos.Conclusão: Descrevemos aqui a primeira proteína salivar bioativa de H. irritans e caracterizamos sua capacidade de modular respostas inflamatórias de macrófagos. Esses resultados podem ajudar a explicar como a mosca-dos-chifres modula o sistema imune do hospedeiro para se alimentar de seu sangue. (AU)