Busca avançada
Ano de início
Entree

Genética de paisagens marinha e avaliação de perfis de expressão em invertebrados marinhos na costa sudeste brasileira: auxílio visitante

Processo: 18/19945-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 28 de janeiro de 2019 - 27 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Sónia Cristina da Silva Andrade
Beneficiário:Sónia Cristina da Silva Andrade
Pesquisador visitante: Jon L. Norenburg
Inst. do pesquisador visitante: Smithsonian National Museum of Natural History, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/20139-9 - Genética de paisagens marinha e avaliação de perfis de expressão em invertebrados marinhos na costa sudeste brasileira, AP.JP
Assunto(s):Zoologia (classificação)  Biogeografia  Sistemática  Nemertea  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

O filo Nemertea compreende cerca de 1300 espécies, em sua maioria marinha, se distribuindo mundialmente. A maioria dessas espécies, entretanto, tem poucos aspectos de suas características bionômicas conhecidas. Nemertinos compreendem um grupo que taxonomicamente representa um desafio, uma vez que poucos caracteres morfológicos têm se mostrado adequados para distinção entre espécies. Isso explica o fato de 60% dos gêneros serem monotípicos e dos frequentes complexos de espécies crípticas encontrados. Quando se trata dos nemertinos da costa Brasileira, essa lacuna é ainda mais visível. Assim, três projetos que buscam entender melhor a biologia e distribuição das espécies de nemertinos na costa brasileira estão atualmente em andamento: (1) "Genética de paisagens marinha e avaliação de perfis de expressão em invertebrados marinhos na costa sudeste Brasileira"; (2) "Nemertopsis bivittata (Nemertea:Enopla) e Perinereis ponteni (Annelida: Polychaeta): validade das espécies, fluxo gênico e diversidade genética no litoral brasileiro; e (3) "Variação genética intra e interespecífica de toxinas em Nemertea". Tais projetos encontram-se em diferentes fases, porém todos têm muito a serem beneficiados com o estabelecimento de colaborações internacionais. No caso dos dois primeiros projetos, durante análises preliminares foram encontradas evidências de que indivíduos de morfologia externa similar à espécie Nemertopsis bivittata presentes na costa Brasileira, na verdade formam um complexo de espécies crípticas. Esses indivíduos apresentam algum polimorfismo também no padrão de coloração, porém certos aspectos morfológicos são visualizados apenas em indivíduos vivos. Assim, a expertise do Dr. Jon Norenburg se faz necessária para que sejam realizadas as descrições dessas espécies extremamente similares. Quanto ao terceiro projeto, este tem como objetivo relacionar a variabilidade genética das toxinas com as pressões evolutivas ligadas a predação. Dessa forma, serão realizados experimentos de preferência alimentar com as espécies N. bivittata e Lineus bonaerensis. Tais experimentos são bastante complexos devido à alta especificidade de condições necessárias para manutenção de nemertíneos vivos, bem como para a indução da alimentação. Assim, a expertise do pesquisador em questão é de extrema importância para o sucesso dos experimentos. As expedições necessárias para coleta dos indivíduos para descrição de espécies, bem como para os experimentos de preferência alimentar, ocorrerão durante o mês fevereiro de 2019. (AU)