Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do treinamento de equilíbrio no índice de risco de queda em idosos: comparação de dois dispositivos de aferição

Processo: 18/06748-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2018 - 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Mauro Gonçalves
Beneficiário:Mauro Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Biomecânica  Idosos  Treinamento 

Resumo

Testes funcionais de equilíbrio, assim como outros testes de equilíbrio dinâmico e de agilidade, são utilizados para estimar o risco de quedas em idosos. Entretanto, outros parâmetros como a plataforma de força (PF) podem revelar com precisão o grau de déficit do equilíbrio. A maior parte dos testes funcionais tem sido escolhidos pela facilidade e baixo custo, porém pouco se sabe como tais testes se correlacionam entre si e como se correlacionam com medidas objetivas determinadas por testes clássicos obtidos por meio da plataforma de força (PF). Dentre as alternativas para se medir a estabilidade postural em uma superfície estática ou instável estão às plataformas capazes de se moverem livremente nos eixos anteroposterior e medial-lateral ao mesmo tempo como o Biodex Balance System (BBS), que avalia o equilíbrio por meio de 12 diferentes níveis de estabilidade, programados de acordo com o grau de dificuldade que se quer causar, diferente da PF que é estática. Pelo exposto, o objetivo do presente estudo é verificar se os testes de equilíbrio na plataforma de força e o protocolo no BBS são preditores de risco de queda de idosos caidores e não caidores e se existe correlação entre si. Analisar os efeitos do treinamento específico no BBS no equilíbrio postural do idoso. A amostra será composta por voluntários classificados como idosos caidores (GC) e não-caidores (GNC). Inicialmente, para a determinação do tamanho amostral, 20 idosos, serão divididos nos dois grupos: Os voluntários serão submetidos às avaliações no BBS e na PF e em seguida serão submetidos o treino de equilíbrio por 12 semanas, e em seguida os re-testes novamente. O protocolo de avaliação e reavaliação consiste dos testes de Estabilidade Postural Dinâmica e de Equilíbrio unipodal e Bipodal. O primeiro segue o protocolo Fall Risk Test, no BBS que é uma plataforma instável e permite obter o índice de risco. Esse teste será realizado com a configuração padrão do software: três testes (20") cada um, iniciando do nível 12 para o 8, descanso de 10" entre os testes de estabilidade da plataforma. Os voluntários serão posicionados no BBS em apoio bipodal, de olhos abertos e braços livres, fixando o visor de feedback durante toda a execução. Os voluntários terão que manter o ponto do visor o mais próximo possível do centro de um círculo dividido em zonas - A, B, C e D -, movimentando o próprio corpo. O segundo será coletado por meio de dados cinéticos do centro de pressão sobre a PF com os pés separados a uma distância igual aquela entre os dois quadris, horizontalmente com os olhos focando um ponto fixo a sua frente, a dois metros de distância e os braços ao longo do corpo. Serão analisadas seis condições de equilíbrio, sendo: pés separados: olhos abertos; olhos fechados; apoio unipodal do membro dominante e com membro não-dominante. Cada condição terá duração de 20", por duas tentativas e terão intervalo de um minuto entre cada condição, as quais serão testadas em ordem aleatória. Já o Treinamento de Equilíbrio envolverá aquecimento (andando a uma velocidade moderada, exercícios de mobilidade articular para os braços, quadris e pernas); Exercícios de estabilidade com feedback visual, sem feedback visual; e exercício de transferência de peso. Haverá dois minutos de descanso entre os exercícios, a estabilidade da plataforma será progressivamente alterada (de estático para dinâmico) através da redução do nível da plataforma por um incremento a cada duas semanas (quatro sessões). As variáveis de estabilidade postural dinâmica no BBS serão baseadas no grau de oscilação da plataforma durante as avaliações. Através dos índices: estabilidade geral, estabilidade Antero Posterior e índice de estabilidade médio-lateral. Na Plataforma de Força serão obtidas: a Área de deslocamento do centro de pressão e a velocidade média de deslocamento do centro de pressão. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.