Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização da reserva técnica institucional 2018 para apoio pesquisa na FZEA

Processo: 18/21530-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de novembro de 2018 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Ambrósio
Beneficiário:Carlos Eduardo Ambrósio
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Produção animal  Pesquisa  Nutrição animal  Alimentos 

Resumo

A Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, está estruturada em 5 departamentos, o Departamento de Zootecnia (ZAZ), o Departamento de Ciências Básicas (ZAB, o Departamento de Engenharia de Alimentos (ZEA), o Departamento de Engenharia de Biossistemas (ZEB) e o Departamento de Medicina Veterinária (ZMV). Nestes departamentos estão localizados vários laboratórios de ensino e pesquisa, salas de aula, administração e salas de docentes, alguns dos quais, em prédios ainda em construção. A produção científica, em termos de artigos publicados em periódicos indexados, tem aumentado anualmente, com crescimento de aproximadamente 181% entre os anos de 2005 e 2014. Considerando-se apenas as publicações em revistas internacionais, entre 2005 e 2014 esse aumento é de cerca de 290%. A partir de 2015 notamos uma queda nos números de artigos nacionais, porém o número de publicações internacionais manteve-se estável de 2014 a 2017. Esse dinamismo do corpo docente da FZEA teve como consequência, o crescimento contínuo da verba relativa à reserva técnica institucional. Em 2012, os recursos disponibilizados foram quase 13 vezes maiores que os recursos de 2008. Em 2016, os recursos foram quase 3 vezes maiores que os recursos do ano anterior, 2015. A queda no valor da Reserva Técnica em 2013, em 2014, em 2015 e em 2017 deve-se a variações normais no universo da pesquisa. É necessário, portanto, continuar garantindo aos docentes que estão desenvolvendo estas propostas, boas condições de infraestrutura. Assim, o objetivo geral deste projeto será a aquisição de equipamentos e de serviços demandados pelos grupos e laboratórios de pesquisa, caracterizados como infraestrutura de pesquisa. Os objetivos específicos são aquisição de equipamentos de laboratórios; manutenção de equipamentos de laboratórios. (AU)