Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos subcelulares envolvidos na convergência entre homeostase mecânica e redox na regulação vascular

Processo: 18/07230-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Leonardo Yuji Tanaka
Beneficiário:Leonardo Yuji Tanaka
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/18450-9 - Efeito da angiotensina II na modulação da resposta mecânica via regulação redox em células musculares lisas vasculares, BP.IC
19/18448-4 - Estudo da regulação via óxido nítrico na resposta ao estiramento cíclico fisiológico e patológico em células endoteliais, BP.IC
19/09829-4 - Estudo de mecanismos subcelulares de processos redox e tensionais em células musculares lisas vasculares (VSMC) em modelo de fluxo sanguíneo pró-aterogênico, BP.MS
Assunto(s):Cardiologia  Músculo liso vascular  Exercício físico  Homeostase  Oxirredução  Doenças cardiovasculares 

Resumo

O estudo de como as células se adaptam às distintas forças mecânicas, traduzindo estímulos físicos em sinais químicos, é um campo importante da Mecanobiologia, com implicações diretas na fisiopatologia de doenças, particularmente cardiovasculares. Evidências crescentes indicam que vias redox de sinalização celular são mediadores fundamentais de respostas mecanoadaptativas. Entretanto, os mecanismos pelos quais o estímulo físico promove a geração regulada de espécies oxidantes e o impacto localizado destes intermediários em efetores do controle mecânico celular ainda são pouco conhecidos. O presente projeto aborda esses mecanismos com a hipótese de que o retorno à homeostase tensional após um desafio mecânico é mediado pela regulação fina de processos redox. Objetivo geral será investigar os mecanismos que regulam a convergência entre homeostase redox e tensional sobre a estrutura e função vascular -e específicos: 1) investigar em células musculares lisas vasculares (VSMC) como o estímulo mecânico afeta a regulação em processos redox que influenciam a mecanoresposta; 2) analisar como a modulação do estado redox e produção de espécies oxidantes regulam a resposta mecânica em VSMC; e 3) estudar em modelo animal o efeito ao estímulo mecânico fisiológico e patológico em mecanismos que controlam processos redox, na regulação da adaptação mecânica em vasos de condutância. As abordagens utilizadas incluem distintos estressores mecânicos em células e tecidos, acoplados a ferramentas de análise em tempo real compreendendo sensores moleculares de força e da modulação na produção subcelular de oxidantes e do estado redox. Em conjunto, estes experimentos possibilitarão a análise da compartimentalização de eventos redox associados a respostas mecanoadaptativas celulares e teciduais. O aprendizado derivado desses estudos deverá contribuir para aperfeiçoar o paradigma mecanobiológico/redox envolvendo o controle da homeostase e desenvolvimento de doenças cardiovasculares como remodelamento vascular. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.