Busca avançada
Ano de início
Entree

Plataformas biotecnológicas para a indústria de alimentos e bebidas

Processo: 18/01023-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Osmar Vaz de Carvalho Netto
Beneficiário:Osmar Vaz de Carvalho Netto
Empresa:Bioinfood Soluções em Biotecnologia Ltda
CNAE: Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Campinas
Pesq. associados: Gabriel Galembeck ; Gleidson Silva Teixeira
Auxílios(s) vinculado(s):19/12878-7 - Plataformas biotecnológicas para aplicação industrial, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):18/25536-4 - Plataformas biotecnológicas para a indústria de alimentos e bebidas, BP.PIPE
Assunto(s):Biotecnologia  Indústria de alimentos  Biofortificação  Fermentação  Melhoramento genético  Saccharomyces cerevisiae  Panificação  Bebidas 

Resumo

No setor de panificação e bebidas, três macrotendências deverão se destacar nos próximos anos no Brasil: melhora na qualidade dos produtos e experimentação de novos sabores, aromas, cores e texturas (i); nutrição e funcionalidade, com incremento da qualidade da dieta, com destaque para produtos com presença de probióticos e com fontes naturais de proteínas, vitaminas e antioxidantes (ii); e valorização de produtos com 100% de ingredientes naturais (iii). Este cenário impulsiona a busca pela oferta de novos produtos, os quais a empresa planeja explorar a partir do desenvolvimento desta proposta. Neste contexto, esta primeira fase tem como principal objetivo incorporar em linhagens de panificação propriedades de apelo industrial, preservando suas características originais de forma a obter uma levedura multipropósito, que atue como ingrediente ativo natural. Para isto, será preciso superar dois desafios técnico-científicos, que compreende obter um grande número de haploides recombinantes e selecionar de modo eficiente linhagens diploides contendo os fenótipos de interesse, antes e após os cruzamentos. O plano de pesquisa inclui testes fermentativos e ensaios de melhoramento genético utilizando linhagens de panificação e de distintas aplicações, previamente selecionadas por produzirem naturalmente compostos nutricionais e sensoriais. Para o melhoramento genético, linhagens híbridas serão geradas por cruzamentos utilizando uma abordagem high-throughput de análise e obtenção de segregantes. Como ferramenta complementar, serão utilizados marcadores moleculares com o intuito de otimizar a etapa de seleção de linhagens que antecede os cruzamentos direcionais e correlacionar o fenótipo com o genótipo. Serão realizados testes fermentativos com derivados híbridos diploides para produção de pão, os quais serão qualificados através de análise sensorial em comparação com a linhagem padrão. Para aqueles diploides com perfil desejado, os compostos nutricionais e sensoriais serão avaliados por cromatografia. Espera-se obter ao final da "Fase 1" ao menos uma linhagem geneticamente melhorada e estabelecer os parâmetros fermentativos adequados para a aplicação pretendida. Também é previsto como resultados deste plano de pesquisa a otimização dos processos inovadores utilizados pela empresa para obtenção e seleção de linhagens em seus programas de melhoramento genético de leveduras. Numa segunda fase, serão exploradas outras características naturais, mas não usuais, de modo que o produto seja multifuncional. Também poderão ser utilizadas leveduras destinadas a outros setores, como aquelas aplicadas à fermentação de malte e frutas para produção de bebidas, ampliando o mercado de atuação da empresa. Comprovada a viabilidade técnica desta proposta, entende-se que o maior impacto da tecnologia desenvolvida será a oferta de um novo conceito de levedura, que além de atuar como catalisador fermentativo biológico contemplará as três principais macrotendências de seus setores de aplicação. O produto será uma alternativa biotecnológica natural, inserida em mercados robustos e em franca expansão, produzida de modo diferenciado, permitindo que sejam explorados diferentes valores nutricionais, sabores e aromas. (AU)