Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise espacial da disponibilidade hídrica nas sub-bacias hidrográficas do Rio Piracicaba (SP) para a proposição de instrumento de planejamento e gestão dos recursos hídricos

Processo: 18/14145-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Métodos e Técnicas do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Reinaldo Lorandi
Beneficiário:Reinaldo Lorandi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Bacia hidrográfica  Geoprocessamento 

Resumo

O recurso natural que mais sofre com a pressão do avanço populacional e econômico é o recurso hídrico, motivado pelo uso exploratório e irracional. Mesmo em regiões do país onde a disponibilidade hídrica historicamente foi elevada, com o avanço dos usos econômicos e sociais, a água tem se tornado mais escassa. Considerando a falta e/ou ineficácia do gerenciamento dos recursos hídricos no Brasil, além da inexistência de métodos que exprimam a realidade das bacias hidrográficas, este projeto pretende discutir a questão, avaliar e propor novos instrumentos relativos à disponibilidade hídrica que possam contribuir na gestão sustentável de bacias hidrográficas. O estudo será realizado na Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba, no estado de São Paulo. O projeto propõe-se a avaliar resultados da determinação das vazões de referência obtidos por métodos analíticos tradicionais e compará-los com medições reais realizadas em sub-bacias hidrográficas e produzir documentos cartográficos na temática de disponibilidade hídrica, buscando contribuir nas tomadas de decisões para o gerenciamento adequado. As investigações e preparação dos dados ocorrerão em três etapas: preparação de um banco de dados georreferenciado; escolha das sub-bacias hidrográficas objetos de estudo, com uso de procedimentos estatísticos; levantamento de novos dados, por meio de trabalhos de campo, monitoramentos e processamentos operacionais em SIG, com uso de técnicas de sensoriamento remoto. (AU)