Busca avançada
Ano de início
Entree

Dados à prova d’água: engajando na governança sustentável dos riscos de inundações para resiliência urbana

Processo: 18/50039-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Convênio/Acordo: Belmont Forum
Pesquisador responsável:Maria Alexandra Viegas Cortez da Cunha
Beneficiário:Maria Alexandra Viegas Cortez da Cunha
Instituição-sede: Escola de Administração de Empresas (EAESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Sustentabilidade  Governança  Inundações 

Resumo

Dados à prova d'água investiga a governança de riscos de inundação, com foco nos aspectos sociais e culturais das práticas de dados, tipicamente, os dados fluem do nível local para os centros de expertise científicos e, no sentido contrário, os alertas de inundações e/ou intervenções são dirigidos a governos locais e às comunidades. Repensar como os dados relacionados a inundações são produzidos, e em como se dá seu fluxo, pode auxiliar a construção de comunidades sustentáveis e resilientes a inundações. Assim, este projeto desenvolve três métodos inovadores em relação a práticas de dados, em diferentes contextos e escalas: 1) dar visibilidade aos fluxos atuais dos dados de inundações através do rastreamento e mapeamento dos dados; 2) gerar novos tipos de dados no nível local engajando cidadãos pela criação de interfaces multimodais, que terão sensores, coletarão, e comunicarão os dados de inundação; e 3) integrar os dados gerados por cidadãos com outros dados usando técnicas geo-computacionais, Estas intervenções metodológicas mudarão a forma como os dados de inundações são produzidos e fluem, criando novos arranjos de governança entre cidadãos e governos e especialistas em inundações e, dessa forma, melhorando a resiliência da comunidade em relação a inundações. O projeto será conduzido por um time internacional de pesquisadores altamente qualificado com múltiplas formações e experiências profissionais, do Brasil, Alemanha e Reino Unido, numa parceria com pesquisadores, stakeholders e públicos em duas localidades no Brasil que enfrentam inundações. Além disso, os métodos e resultados deste estudo serão a base de um diálogo transcultural com organizações governamentais e administrações locais de duas cidades na Alemanha e Reino Unido com experiências recentes de inundações. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Governança de Riscos com bolsa da FAPESP  
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.