Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de padrões emocionais segundo sinais neurais e fisiológicos em testes de conceito de produtos

Processo: 18/07466-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Renan Schiavolin Recio
Beneficiário:Renan Schiavolin Recio
Empresa:NEURUX - Soluções em Neurociência e Tecnologia Ltda
CNAE: Tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet
Pesquisas de mercado e de opinião pública
Município: São Paulo
Pesq. associados: Diego dos Santos Vega Senise
Bolsa(s) vinculada(s):18/26243-0 - Identificação de padrões emocionais segundo sinais neurais e fisiológicos em testes de conceito de produtos, BP.PIPE
Assunto(s):Aprendizado computacional  Neurociências  Pesquisa de mercado  Eletroencefalografia  Reconhecimento de padrões  Desenvolvimento de produtos  Neuromarketing 

Resumo

Estudar características comportamentais e opiniões dos potenciais clientes é essencial para desenvolver melhores produtos e serviços, e elaborar estratégias de marketing e comunicação mais eficazes. Um tipo de pesquisa de mercado tradicional em testes de conceito de produtos é pela aplicação de questionários declarativos. Apesar dessa técnica trazer resultados importantes para a avaliação do cenário de aceitação e sucesso de um produto, é discutível se essa técnica consegue captar informações não declarativas relevantes, que interferem na tomada de decisão do público-alvo. A tomada de decisão é um dos componentes cognitivos mais importantes de ser avaliado na pesquisa de mercado e é afetada por diversos aspectos, como atenção, memória e emoção. A emoção, por sua vez, vem ganhando maior destaque na pesquisa de mercado, porém, visto que pode ser um aspecto não-declarativo, é difícil de ser captado pelas pesquisas de mercado tradicionais. As pessoas podem não conseguir colocar em palavras o que sentem, ou desejam esconder alguns sentimentos por vergonha e medo diante a um pesquisador. Portanto, pretendemos utilizar técnicas em neurociência para avaliar estados emocionais latentes diante de um teste de conceito de produto. Utilizaremos medidas eletroencefalográficas, reconhecimento de expressão facial, escalas não-verbais e classificadores computacionais a fim de verificar o ganho de informação que cada tipo de dado traz sobre estados emocionais. Dessa forma, poderemos desenvolver uma metodologia que possa ser empregada junto a pesquisas de mercado tradicionais para melhorar as métricas das técnicas atuais, agregando valor e ajudando empresas a desenvolverem estratégias e produtos mais efetivos. (AU)