Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da biogeodisponibilidade de metais e semimetais em solos utilizando a técnica de difusão em filmes finos por gradientes de concentração

Processo: 18/17069-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Amauri Antonio Menegário
Beneficiário:Amauri Antonio Menegário
Instituição-sede: Centro de Estudos Ambientais (CEA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesq. associados:Anne Helene Fostier ; Deepak Kumaresan ; Didier Gastmans ; José Silvio Govone ; Paul Nicholas Williams
Assunto(s):Espectrometria de massas  Biodisponibilidade  Estudo in situ  Técnica de difusão em filmes finos por gradiente de concentração (DGT) 

Resumo

O principal objetivo deste projeto é desenvolver novas metodologias baseadas no uso da técnica DGT - associada à espectrometria de massas e óptica com plasma acoplado indutivamente, fluorescência atômica com geração de vapor frio ou de hidretos - para avaliação da biogeodisponibilidade de metais e semimetais, principalmente em solos. Além de métodos baseados na DGT, pretende-se desenvolver e utilizar novos métodos baseados no uso de bioindicadores, principalmente vegetais, com a implementação da técnica de phytoscreening. Os estudos focarão prioritariamente a aplicação da técnica DGT, para avaliar a biogeodisponibilidade em solos de alguns elementos potencialmente tóxicos (EPTs) não-essenciais, como Al e Ni, e de micronutrientes, como o Co, Cu, Mn, V e Zn, além de dar continuidade a outros já iniciados para Cd, Pb e, principalmente, para As. Na sua maioria, os testes envolvendo DGT consistirão na coleta e preparo das amostras de solo, seguida de imersões dos dispositivos DGT em laboratório usando procedimentos padrões. Caso seja necessário, poderão ser também avaliados dois dos principais parâmetros da DGT associado a labilidade dos analitos: tempo de imersão e espessura do gel difusivo. Serão comparados os resultados obtidos com a DGT e o phytoscreening. As áreas de estudo envolverão solos provenientes de locais contaminados com hidrocarbonetos aromáticos, que potencialmente disponibilizam EPTs; solos próximos a minerações da mina de urânio Osamu Utsumi (Caldas, MG); solos proximos a áreas de mineração, atividades agrícolas e anomalias geogênicas no Vale do Ribeira (SP); e solos e sedimentos em áreas alagadas (wetlands) em Nhecolândia (MS). Espera-se que o presente projeto, além desenvolver pioneiramente pesquisas associadas a biogeodisponibilidade de EPTs e micronutrientes em solos, aprofundará pesquisas internacionais previamente financiadas pela FAPESP (Programa Sprint - 15/50306-4) e complementará outros projetos financiados (PFPMCG - Projeto de Pesquisa - Temático, 16/14227-5) por este órgão de fomento. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.