Busca avançada
Ano de início
Entree

Degradação de poluentes de interesse emergente por luz solar: fotorreatores e tratamentos inovadores

Processo: 18/21271-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Silva Costa Teixeira
Beneficiário:Antonio Carlos Silva Costa Teixeira
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Bruno Ramos ; Cátia Alexandra Leça Graça ; Fabiane de Jesus Trindade ; Sergio Brochsztain
Assunto(s):Processos oxidativos avançados 

Resumo

Micropoluentes de interesse emergente têm se tornado um importante desafio tecnológico da Engenharia do século XXI. Pesticidas, fármacos, hormônios, surfactantes, produtos de higiene pessoal e outras substâncias antropogênicas são encontrados com frequência cada vez maior em ecossistemas aquáticos e mesmo em água de abastecimento, sendo relacionados a efeitos adversos à biota e à saúde humana. Contornar este desafio demanda tecnologias capazes de minimizar sua emissão em corpos d'água. Uma alternativa viável envolve o uso da radiação solar, capaz de degradar tais poluentes antes de sua disposição final na natureza, com mínimo impacto ambiental e baixo custo. Nesta direção, este projeto pretende contribuir com o desenvolvimento de processos oxidativos avançados otimizados, adaptados ao aproveitamento da maior parte possível da irradiância espectral solar e que sejam capazes de contornar eficientemente as limitações intrínsecas dessa fonte radiante. Para tanto, propõe-se (i) desenvolver um fotorreator híbrido de placas planas, capaz de operar autonomamente para complementar a intermitência da radiação solar; (ii) otimizar processos fotocatalíticos homogêneos com sais de persulfato para uso com radiação solar; e (iii) desenvolver novos fotocatalisadores nanoparticulados ZnO-Ag0 e WO3-Ag0 com propriedades otimizadas e banda de absorção no UV-A e visível. Pretende-se trazer contribuições científicas e tecnológicas originais, em um contexto em que cresce a preocupação com a qualidade dos recursos hídricos. (AU)