Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificando as interações e impactos de espécies invasoras na Mata Atlântica, Brasil, um hotspot de biodiversidade

Processo: 18/15344-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Convênio/Acordo: Durham University
Pesquisador responsável:Dalva Maria da Silva Matos
Beneficiário:Dalva Maria da Silva Matos
Pesq. responsável no exterior: Wayne Dawson
Instituição no exterior: Durham University (DU), Inglaterra
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/19522-5 - Invasão biológica em ambientes ripários: impactos sobre a diversidade e serviços ecossistêmicos, AP.R
Assunto(s):Serviços ambientais  Micorriza  Invasão biológica  Impactos ambientais 

Resumo

A invasão biológica ocorre quando uma espécie introduzida em um novo habitat forma uma população persistente que se espalha através de uma proliferação descontrolada. É considerada a segunda principal causa de perda de diversidade biológica. Embora as invasões biológicas sejam um fenômeno global, poucos estudos foram realizados nos neotrópicos. Os dados dos Neotrópicos são escassos para todos os processos relacionados à invasão: diagnóstico inicial, caracterização de espécies invasoras, comunidades e habitats invadidos, bem como os impactos previstos por meio de modelos e o estabelecimento de ações de manejo. Invasões biológicas podem alterar a estrutura e funcionalidade da comunidade, da paisagem e do ecossistema, como a diversidade, a produtividade, as redes alimentares, incluindo a ciclagem de nutrientes e o fluxo de energia. A alteração de espécies também pode reduzir ou eliminar a capacidade de um ecossistema de fornecer bens e serviços ecológicos. (AU)