Busca avançada
Ano de início
Entree

Tratamento da mordida aberta anterior com esporão colado associado a build-ups versus esporão colado convencional: um ensaio clínico randomizado

Processo: 18/05238-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Ortodontia
Pesquisador responsável:Guilherme dos Reis Pereira Janson
Beneficiário:Guilherme dos Reis Pereira Janson
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniela Gamba Garib Carreira
Assunto(s):Mordida aberta 

Resumo

Introdução: Devido à mordida aberta anterior estar comumente relacionada com o aumento da altura facial ântero-inferior, alguns protocolos de tratamento precoce associam aparelhos que permitem o desenvolvimento vertical dos dentes anteriores sem interferências (controle dos hábitos deletérios) com aparelhos que produzem controle da dimensão vertical. Recentemente, foi descrita a eficiência e a estabilidade de batentes de resina nos dentes póstero-superiores (build-ups) associado ao aparelho fixo no tratamento da mordida aberta anterior. Objetivo: Comparar os efeitos dentoalveolares e esqueléticos do tratamento precoce da mordida aberta anterior com esporão colado associado a build-ups versus esporão colado convencional. Material e Métodos: Sessenta pacientes entre 7 e 11 anos de idade com má oclusão Classe I de Angle e mordida aberta anterior serão prospectiva e aleatoriamente alocados em um dos dois grupos de estudo. O grupo experimental consistirá de 30 pacientes tratados com esporão colado associado a build-ups. O grupo controle consistirá de 30 pacientes tratados apenas com esporão colado. Telerradiografias laterais e modelos de estudo digitais serão obtidos ao início (T1) e após o fechamento da mordida aberta ou até 20 meses após início do tratamento (T2). Variáveis dentoalveolares e esqueléticas serão avaliadas a partir de telerradiografias no programa Dolphin®. Modelos de estudo serão analisados no programa Orthoanalyzer® para avaliar o desenvolvimento vertical dentoalveolar anterior, inclinações dos dentes posteriores e dimensões do arco superior. Verificada a normalidade, comparações intergrupos serão realizadas com o teste t e as intragrupos com o teste t dependente, respectivamente (P<0.05). (AU)