Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das características biomecânicas de viscosidade e elasticidade, e o efeito da compressão elástica no tecido afetado por linfedema decorrente do tratamento do câncer de mama

Processo: 18/05041-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Elaine Caldeira de Oliveira Guirro
Beneficiário:Elaine Caldeira de Oliveira Guirro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Antonio Adilton Oliveira Carneiro
Assunto(s):Ultrassom  Linfedema  Neoplasias mamárias  Saúde da mulher  Técnicas de imagem por elasticidade 

Resumo

O linfedema é uma condição relativamente comum que envolve o membro superior homolateral a procedimentos terapêuticos relacionados ao tratamento do câncer de mama, sendo uma constante preocupação para estas pacientes. Os métodos comuns de avaliação do linfedema não caracterizam as alterações morfológicas da disfunção, condição necessária para determinar o prognóstico e eleição de tratamentos direcionados. O objetivo deste estudo é caracterizar morfologicamente o grau de comprometimento ou enrijecimento do linfedema, por meio da ultrassonografia diagnóstica e elastografia por ultrassom, bem como o efeito da intervenção terapêutica com compressão elástica. Para tanto serão avaliadas 40 mulheres com linfedema unilateral decorrente de tratamento do câncer de mama, sendo os membros divididos em acometido (afetado pelo linfedema) e controle (membro contralateral). Cada membro ainda será subdividido em sete áreas, definidas por perimetria, avaliadas de forma pareada. O efeito da compressão elástica será verificado pré e após intervenção, complementado por dados de prontuários. Para análise estatística serão verificadas as pressuposições de normalidade para dos dados através do teste estatístico de Shapiro-Wilk e de homocedasticidade entre as variâncias através do teste estatístico de Levene. Quando a significância estatística de normalidade e a homocedasticidade entre as variâncias forem verificadas, serão efetuados efeitos dos grupos aplicando-se a Shapiro-Wilk, seguido do teste post-hoc de Tukey. Para os dados que não atenderem as exigências dos métodos paramétricos, serão aplicados os testes de Kruskal-Wallis, seguido do teste de Mann-Whitney com correção de Bonferroni. O teste de Wilcoxon será utilizado para analisar a comparação entre os dados pareados. Para verificar o grau de associação entre as variáveis antropométricas e morfológicas será aplicada a correlação de Spearman. Em todas as análises será considerado o nível de significância alfa=5%. As análises serão processadas em um único pacote estatístico (SPSS versão 14.0, Inc., USA). (AU)