Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2017/50333-7: citômetro de fluxo

Processo: 18/21191-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Helio Hehl Caiaffa Filho
Beneficiário:Helio Hehl Caiaffa Filho
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50333-7 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Imunologia  Imunofenotipagem  Citometria de fluxo  Fluorescência  Resolução  Equipamentos multiusuários  Aquisição de equipamentos 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

O Instituto Adolfo Lutz (IAL) em seus 126 anos de atuação no âmbito do Estado de São Paulo, com extensão em todo o território nacional, adquiriu práticas e saberes de caráter ímpar com base no conhecimento científico e desenvolvimento de pesquisa aplicada em prol da Saúde Pública. Dentro do Edital para Modernização dos Institutos de Pesquisa do Estado de São Paulo lançada pela FAPESP em 2017, o IAL propôs o Plano de Desenvolvimento Institucional de Pesquisa (PDIP) para 2018-2021. O PDIP é um documento e instrumento de planejamento, a ser considerado dentro da gestão estratégica, que caracteriza a identidade institucional explicitando a importância do IAL como instituição de Ciência e Pesquisa, suas contribuições para a Saúde Pública e apresenta estratégias para a transformação que pretende alcançar nos próximos anos. Uma das metas do PDIP é aprimorar a unidade de bio e imunomarcadores. Neste contexto a citometria de fluxo é uma das tecnologias mais utilizadas na identificação de biomarcadores. A citometria de fluxo é uma tecnologia baseada em laser que analisa características de células e partículas. Esta metodologia é amplamente utilizada para analisar expressão de moléculas de superfície e intracelular das células e microvesículas, além de fornecer informações quantitativas, de tamanho e granularidade da partícula. Os citômetros de nova geração permitem a análise simultânea de múltiplos parâmetros em uma única célula. Predominantemente esta metodologia é utilizada para analisar a intensidade de fluorescência produzida por anticorpos conjugados a fluorocromos que se ligam a moléculas na superfície ou interior das células, ou ainda, de corantes vitais que se ligam a componentes de células e microvesículas. Neste projeto propomos a aquisição de um citômetro de fluxo de nova geração, o Cytoflex S da Empresa Beckman and Coulter, que possui quatro laseres e discrimina 15 parâmetros. A aquisição deste equipamento altamente sensível elevará a capacidade do IAL no que concerne a produção de conhecimento, a formação de recursos humanos em tecnologia de ponta e em análise de dados utilizando ferramentas de bioinformática e a colaboração com as outras instituições de pesquisa. A aquisição deste equipamento vislumbra o investimento em longo prazo para a modernização da instituição e o desenvolvimento técnico e científico, geração de resultados de alta qualidade e impacto para comunidade científica e para a saúde pública. A citometria de fluxo vem evoluindo não só em possibilidade de lasers e números de cores, mas também em tecnologia ótica, fluídica, processamento dos dados, software de análise, velocidade de aquisição, precisão na identificação de células e possibilidade de diferentes e novas aplicações, como por exemplo, a caracterização de microvesículas e nanopartículas - extrapolando do campo micro para o nano. No IAL há uma demanda crescente de caracterização de processos das respostas imunológicas e de biomarcadores solúveis e celulares que caracterizem resposta não só às doenças infecciosas de importância a saúde pública como também aos esquemas vacinais nacionalmente implementados. Assim este projeto que contempla a aquisição do equipamento Cytoflex S se propõe a estabelecer um núcleo de identificação de biomarcadores em doenças infeciosas e esquemas vacinais de importância à Saúde Pública. (AU)