Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo clínico sobre eficácia, segurança e mecanismos de ação do microagulhamento e ácido tranexâmico oral no tratamento do melasma facial

Processo: 18/10827-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Hélio Amante Miot
Beneficiário:Hélio Amante Miot
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Dermatologia  Histologia  Melanose 

Resumo

Introdução: Até o momento, nenhum dos tratamentos para melasma tem eficácia elevada ou resultados sustentados. Objetivos: Avaliar a eficácia e segurança de duas sessões de microagulhamento (1,5mm), do uso do ácido tranexâmico oral (250mg, 2x/dia, por 60 dias) e combinação destes no tratamento do melasma facial em mulheres. Método: Projeto piloto: 20 mulheres com melasma facial.10 serão submetidas microagulhamento (agulhas de 1,5mm) e realização de uma biópsia (punch 3 mm) na área do melasma facial. Após uma semana (tempo T7), as mesmas 10 serão reavaliadas e realizada nova biópsia. As demais serão fotografadas e observadas, sem intervenção. Os fragmentos das biópsias serão corados. Projeto principal: ensaio clínico randomizado fatorial; 64 mulheres adultas, com melasma facial serão alocadas, aleatoriamente e de forma cega, em quatro diferentes grupos de tratamento: (GC) tratamento padrão atual (filtro solar e fórmula tripla); (GM) tratamento padrão, microagulhamento e placebo oral; (GMT) tratamento padrão, microagulhamento e ácido tranexâmico oral; (GT) tratamento padrão e ácido tranexâmico oral. A partir de 60 dias, as 64 participantes manterão o tratamento padrão. Participantes serão avaliadas clinicamente no T0, T60 e T120. Biópsia da área do melasma e colorações especiais serão realizadas no T0 e T60. Resultados esperados: Quantificar e elucidar o efeito do microagulhamento e do ácido tranexâmico oral como adjuvantes no tratamento do melasma facial, bem como a manutenção dos resultados após suspensão das terapêuticas e manutenção com filtro solar e fórmula tripla de uso noturno domiciliar. (AU)