Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e caracterização das nanopartículas poliméricas de PCL e PLGA com incorporação do curcumin para aplicação antibiofilme

Processo: 18/10836-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Denise Madalena Palomari Spolidorio
Beneficiário:Denise Madalena Palomari Spolidorio
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Pesq. associados:Alessandra Nara de Souza Rastelli ; Marlus Chorilli
Assunto(s):Biofilmes  Microbiologia  Adesão 

Resumo

O biofilme bacteriano persistente sobre a superfície do implante e no sistema de canais radiculares é o fator etiológico mais comum para peri-implantite e infecções endodônticas, com presença de microrganismos aeróbios e anaeróbios. Os tratamentos antimicrobianos disponíveis buscam reduzir a carga microbiana, eliminar a inflamação da mucosa peri-implantar, como também a descontaminação da superfície do implante e dos canais radiculares. O tratamento reabilitador com implantes dentários tem mostrado resultados altamente satisfatórios, mas problemas associados a esse tipo de tratamento vêm aumentando os casos de peri-implantite. As infecções endodônticas também são consideradas polimicrobianas sendo que a quantidade de microrganismos bem como a composição da microbiota pode variar de acordo com o tipo de infecção. Assim, um dos objetivos do tratamento endodôntico é a máxima desinfecção do sistema de canais radiculares, bem como, a prevenção da sua reinfecção. Terapias alternativas envolvendo produtos naturais e nanobiotecnologia abrem novas perspectivas para controlar e reduzir a carga microbiana. O curcumin é um polifenol natural, extraído do rizoma seco de açafrão Curcuma longa Linn e tem propriedades terapêuticas eficazes como anti-inflamatória, quimioterápica, anti-oxidante e antimicrobianas sendo um bom candidato para uso na nanobiotecnologia, Além de seus efeitos diretos, o Curcumin tem sido avaliado como um fotossensibilizador para terapia fotodinâmica. As nanopartículas poliméricas associadas aos produtos naturais apresentam um papel promissor no controle de biofilmes, podendo ser consideradas como uma nova forma de prevenir e/ou tratar infecções. Assim, o objetivo do presente estudo é sintetizar e caracterizar nanopartículas poliméricas de PCL e PLGA carregadas com Curcumin e avaliar seu efeito antimicrobiano com e sem fotoativação, em culturas planctônicas e biofilmes de Streptococcus oralis, Porphyromonas gingivalis, Fusobacterium nucleatum e Tannerella forsythia em corpos de prova de titânio, e S. oralis, Pseudomonas aeruginosa, Candida albicans e Enterococcus faecalis em corpos de prova de dentina, além de seu potencial citotóxico sobre queratinócitos orais e fibroblastos. (AU)