Busca avançada
Ano de início
Entree

Jornalismo esportivo e história comparada da Imprensa no Brasil: políticas editoriais, crônicas esportivas e a representação do torcedor de futebol nos periódicos de São Paulo e do Rio de Janeiro (anos 1940-1960)

Processo: 18/19558-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Bernardo Borges Buarque de Hollanda
Beneficiário:Bernardo Borges Buarque de Hollanda
Instituição-sede: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniela Do Amaral Alfonsi ; Felipe Tavares Paes Lopes ; Jimmy Medeiros ; José Paulo Florenzano
Bolsa(s) vinculada(s):19/26935-2 - Jornalismo esportivo e história comparada da Imprensa no Brasil: políticas editoriais, crônicas esportivas e a representação do torcedor de futebol nos periódicos de São Paulo e do Rio de Janeiro (anos 1940-1960), BP.TT
19/20537-5 - Jornalismo esportivo e história comparada da Imprensa no Brasil: políticas editoriais, crônicas esportivas e a representação do torcedor de futebol nos periódicos de São Paulo e do Rio de Janeiro (anos 1940-1960), BP.TT
19/04174-0 - Jornalismo esportivo e história comparada da Imprensa no Brasil: políticas editoriais, crônicas esportivas e a representação do torcedor de futebol nos periódicos de São Paulo e do Rio de Janeiro (anos 1940-1960), BP.TT
19/01602-0 - Jornalismo esportivo e história comparada da Imprensa no Brasil: políticas editoriais, crônicas esportivas e a representação do torcedor de futebol nos periódicos de São Paulo e do Rio de Janeiro (anos 1940-1960), BP.TT
Assunto(s):Crônica  Narrativa  Futebol  Jornalismo esportivo 

Resumo

A pesquisa propõe uma leitura comparada de dois dos maiores periódicos esportivos de circulação nacional entre as décadas de 1940 e 1960: o carioca Jornal dos Sports, de propriedade de Mário Filho, e o paulista Gazeta Esportiva, pertencente ao empresário Cásper Líbero. A comparação detém-se em três pontos principais: 1. A trajetória dos seus respectivos proprietários e as relações do jornalismo esportivo com o campo de poder político-desportivo nas duas cidades - Rio de Janeiro e São Paulo; 2. O contraste nos estilos narrativos da crônica esportiva, tal como desenvolvida por seus principais colunistas, Mario Filho, de um lado, e por Tomaz Mazzoni, de outro; 3. A análise das representações jornalísticas do torcedor de futebol, em particular do segmento autodenominado "torcida organizada" ou "torcida uniformizada", em cada periódico, durante o período de implantação e de consolidação do futebol profissional no Brasil, entre os anos 1940 e 1960, sob a forma de reportagens especiais, notícias cotidianas e registros fotográficos. (AU)