Busca avançada
Ano de início
Entree

Reologia e química de ligantes asfálticos e bioligantes: ferramentas para a compreensão do comportamento mecânico, envelhecimento e deterioração dos revestimentos de pavimentos

Processo: 17/25708-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Infra-estrutura de Transportes
Pesquisador responsável:Kamilla Vasconcelos Savasini
Beneficiário:Kamilla Vasconcelos Savasini
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Júlio César dos Santos ; Liedi Legi Bariani Bernucci ; Rafael Giuliano Pileggi ; Silvio Silvério da Silva
Assunto(s):Biotecnologia  Química  Reologia  Asfalto  Ligantes  Pavimentos  Revestimentos (construção civil) 

Resumo

O presente plano de pesquisa traz uma abordagem da reologia e da química na análise dos ligantes asfálticos e dos bioligantes utilizados nos revestimentos dos pavimentos, especialmente envolvendo a reciclagem desses materiais. O projeto foi dividido em cinco grandes etapas, sendo a primeira uma definição de metodologia para a caracterização reológica dos ligantes e bioligantes de maneira a hierarquizar propriedades e qualificar esses materiais. A segunda trata da quantificação da interação que ocorre entre um ligante novo e um ligante envelhecido presente no material fresado (retirado de pavimentos asfálticos deteriorados) por meio da extração de ligante em etapas. A terceira etapa traz a avaliação do papel do agente rejuvenescedor, com um olhar especial para os bioligantes, bem como sua dosagem, na produção de misturas recicladas mais duráveis por meio da restauração das propriedades originais do ligante envelhecido. A quarta etapa do projeto avaliará as potencialidades e eventuais dificuldades do uso de bioligantes como pilar de sustentabilidade na cadeia da pavimentação. Por fim, a quinta e última etapa fará uma avaliação de múltiplas reciclagens e readição de ligantes novos, uma vez que esse é um problema futuro para a engenharia rodoviária com o aumento da reciclagem e re-reciclagens de pavimentos no cenário mundial. As cinco etapas mencionadas neste projeto de pesquisa estão relacionadas entre si. A principal contribuição da proposta baseia-se na hereditariedade das propriedades mecânicas das misturas asfálticas nas propriedades químicas e reológicas dos ligantes. Avança no tema da interação dos ligantes envelhecidos com os ligantes novos nos processos de reciclagem e nos processos de múltiplas reciclagens, tema ainda em aberto internacionalmente, além do uso da biotecnologia para o cenário da pavimentação asfáltica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.