Busca avançada
Ano de início
Entree

Cloridrato de meclizina e metil beta ciclodestrina associado ao monofosfoester fosfoetanolamina sintética modulam o potencial proliferativo de células de câncer de mama triplo negativo

Processo: 18/25191-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Durvanei Augusto Maria
Beneficiário:Durvanei Augusto Maria
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado à bolsa:16/15596-4 - Efeitos moduladores da atividade mitocondrial do cloridrato de meclizina, 2,4-dinitrofenol e metil-²-ciclodextrina associados com a fosfoetanolamina sintética em linhagem de câncer de mama triplo negativo, BP.DR

Resumo

A fosfoetanolamina sintética (Pho-s) é um éster monofosfórico com propriedades antiinflamatórias e pró-apoptóticas. O cloridrato de meclizina (MC) é um bloqueador do receptor H1 de histamina que também é capaz de inibir a respiração celular. No entanto, o MC não inibe a respiração celular em mitocôndrias isoladas como a antimicina e a rotenona. A metil-beta ciclodextrina (M²CD) pertence à família das ciclodextrinas, que é capaz de remover o colesterol da membrana plasmática. Os objetivos deste estudo foi avaliar os efeitos proliferativos dos compostos cloridrato de meclizina e methyl-²-cyclodextrina associados com a fosfoetanolamina sintética em uma linhagem de células de tumor da mama humano triplo negativo, MDA-MB-231 sobre a viabilidade celular e em fibroblastos humanos normais FN1. Foram utilizados o Teste colorimétrico de MTT; a produção de radicais livres para a determinação da lipoperoxidação (LPO); e a porcentagem de fases do ciclo celular e índice proliferativo por citometria de fluxo. A viabilidade celular foi diminuída significativamente após os tratamentos de M²CD, MC e PhO-s associados ao MC. A produção de radicais livres diminui significativamente em todos os tratamentos. Além disso, houve aumento significativo do fragmento de DNA e diminuição na fase do ciclo celular G0 / G1 nas concentrações de 20 e 30 mM de Pho-s em associação com o CM e o M²CD, respectivamente. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.