Busca avançada
Ano de início
Entree

Banca da ciência na escola

Processo: 17/00368-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Ensino Público
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Luís Paulo de Carvalho Piassi
Beneficiário:Luís Paulo de Carvalho Piassi
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Adriana Regina Braga ; Amanda Carolina Hora da Silva ; Celi Rodrigues Chaves Dominguez ; Emerson Ferreira Gomes ; Emerson Izidoro dos Santos ; Érika Dias Soares ; Giuliano Pagy Felipe dos Reis ; Katia Cristina Barbosa Real ; Rui Manoel de Bastos Vieira ; Thiago Alves de Lima
Bolsa(s) vinculada(s):17/16313-9 - Projeto Banca da Ciência na Escola modalidade A.L.I.C.E.: arte e lúdico na investigação das ciências na escola, BP.EP
17/16321-1 - Projeto Banca da Ciência na Escola modalidade A.L.I.C.E.: arte e lúdico na educação em ciências na escola, BP.EP
17/16333-0 - Projeto Banca da Ciência na Escola modalidade Joaninha (primeira infância), BP.EP
17/16406-7 - Projeto Banca da Ciência na Escola modalidade Joaninha (primeira infância), BP.EP
Assunto(s):Artes  Divulgação científica  Escolas  Escola pública  Parceria colaborativa universidade-escola  Crianças  Pré-adolescentes 

Resumo

"Banca da Ciência na Escola" é um projeto de investigação de ações de difusão da ciência para o público escolar da primeira infância e da pré-adolescência. Tem como característica a abordagem lúdica de temas científicos em conexão com questões sociais e manifestações artístico-culturais por meio de intervenções não-formais em ambiente escolar. Com a supervisão de professores das escolas parceiras e planejamento conjunto, entre eles e estudantes de pós-graduação, as intervenções são executadas por equipes de alunos de graduação em licenciatura em ciências, pedagogia e outras áreas pertinentes a essa modalidade de trabalho. A pesquisa tem como objetivos principais a investigação sobre o processo de formulação das intervenções lúdico-didáticas e sua repercussão no engajamento das crianças e pré-adolescentes frente a temas sociocientíficos, além de produzir conhecimento sobre seus efeitos no ambiente escolar e na formação e aperfeiçoamento profissional dos educadores. Como desdobramento, propõe a avaliação e a caracterização da interação universidade-escola, em relação a contribuições no aperfeiçoamento da educação pública. As intervenções envolvem manifestações artístico-culturais como filmes, livros, quadrinhos, jogos, música, encenações, experimentos e montagens simples, entre outros. As ações preveem a continuidade de iniciativas já em andamento: JOANINHA, voltada para crianças da primeira infância (até 6 anos de idade) e ALICE, voltada para os pré-adolescentes (10 a 14 anos) e principalmente uma investigação estruturada sobre seus desenvolvimentos. Essas ações configuram-se como projetos escolares de ciências, versando sobre o futuro da humanidade, desdobrado em três temas: meio ambiente, exploração do espaço e robôs e inteligência artificial. O projeto é uma proposta conjunta de pesquisadores da Universidade de São Paulo e da Universidade Federal de São Paulo, Instituto Federal de São Paulo e Universidade de Ottawa (Canadá). (AU)