Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de diferentes métodos para determinação quantitativa da evaporação respiratória e cutânea em bovinos e outros animais

Processo: 18/18413-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Brasil
Vigência: 01 de agosto de 2019 - 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Pesquisador responsável:Alex Sandro Campos Maia
Beneficiário:Alex Sandro Campos Maia
Pesquisador visitante: Roberto Gomes da Silva
Inst. do pesquisador visitante: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV), Brasil
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Ovinos  Bovinos 

Resumo

A evaporação cutânea (ES) é responsável por cerca de 80% da energia térmica eliminada por bovinos em ambientes quentes. Entretanto, a eficiência relativa dos diversos métodos usados na determinação de ES não se acha claramente estabelecida. A avaliação direta das perdas de água por meio do diferencial de peso corporal em certo intervalo de tempo pode ser considerada como a técnica mais confiável, mas requer custosas balanças de alta precisão e envolve trabalho considerável e cuidadoso; assim, não é um método viável para estudos de campo envolvendo muitos animais. O presente estudo visa avaliar a eficiência relativa de três métodos de medida de ES: método colorimétrico, cápsula ventilada e um dispositivo comercial (VapoMeter). Serão usadas 10 vacas Holandesas, cada uma sendo pesada em uma balança de precisão (capacidade 600 kg, precisão 10g), considerando dois tratamentos (exposição à radiação solar direta e sob a sombra), com três repetições por vaca por tratamento. Após a pesagem, cada animal será medido para ES pelos três métodos, sucessivamente. A quantidade total de água evaporada é estimada pela diferença no peso corporal medido com um intervalo de 30 minutos, sendo da mesma subtraída o peso da urina e das fezes eliminadas. A evaporação respiratória obtida indiretamente a partir da frequência respiratória, temperatura do ar expirado e volume respiratório corrente, é subtraída do total de água evaporada, de modo a obter o valor padrão de ES.. Este valor padrão de ES será comparado com os valores respectivos obtidos pelos outros três métodos. Os dados serão analisados pelo método dos mínimos quadrados, considerando um modelo tal como y_ijkl=m + m_i+t_j+a_k+(mt)_ij+ e_ijkl, onde mi = efeito do i-ésimo método (i =1,&,4), tj = efeito do j-ésimo tratamento (j=1,2), ak = efeito do k-ésimo animal (k = 1,&,10), (mt)ij = efeito da interação do i-ésimo método com o j-ésimo tratamento. (AU)