Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura química e localização do levano, o tipo predominante de frutano nos sistemas subterrâneos de Gomphrena marginata (Amaranthaceae)

Processo: 18/25315-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Maria Angela Machado de Carvalho
Beneficiário:Maria Angela Machado de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Amaranthaceae 

Resumo

Gomphrena marginata Seub. (Amaranthaceae) é uma espécie endêmica dos campos rupestres brasileiros, com um sistema subterrânea de reserva que acumula frutanos. Análises de cromatografia de troca aniônica de alta performance (HPAEC-PAD) revelaram a presença dos carboidratos solúveis glicose, frutose, sacarose, 1-cestose, 6-cestose, nistose e frutanos com grau de polimerização (DP) de até aproximadamente 40 unidades de frutose. Dados da espectroscopia de ressonância magnética nuclear d 1H e 13C, incluindo correlação quântica única heteronuclear (HSQC) e correlação quântica heteronuclear de ligações múltiplas (HMBC), mostraram a presença de ligações ² (2,6), características da molécula linear do frutano tipo levano. Estes resultados confirmaram estudos anteriores sugerindo que o carboidrato de reserva no sistema subterrâneo desta espécie era o frutano do tipo levano, semelhante ao de Gomphrena macrocephala. Análises estruturais do sistema subterrâneo espessado usando microscopia de luz revelaram um sistema de origem mista consistindo principalmente de uma raiz tuberosa gemífera com a região superior formada por hastes curtas ramificadas, ambas apresentando cilindros vasculares com padrões de crescimento incomuns. Os esferocristais de frutanos foram visualizados sob luz polarizada e MEV, principalmente no córtex e no cilindro vascular, tanto no caule quanto na raiz espessados. Além dos dados relatados na literatura sobre a ocorrência de frutanos nas Amaranthaceae, os resultados aqui apresentados sugerem que os frutanos são uma característica desta família, enquanto que o frutano do tipo levano prevalece nas espécies de Gomphrena. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.