Busca avançada
Ano de início
Entree

Saúde bucal e obesidade no Estudo SAYCARE: confiabilidade e validade interna dos métodos de diagnósticos

Processo: 18/23124-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Maria Paula Maciel Rando Meirelles
Beneficiário:Maria Paula Maciel Rando Meirelles
Instituição-sede: Instituto de Ciências da Saúde (ICS). Universidade Paulista (UNIP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças  Odontologia em saúde coletiva  Obesidade 

Resumo

O objetivo deste estudo piloto foi avaliar a confiabilidade, validade interna e viabilidade dos métodos de diagnóstico de saúde bucal utilizado no Saycare Estudo. Métodos: South American Youth/Child cARdiovascular and Environmental Study foi um estudo observacional multicêntrico conduzido em sete cidades da América do Sul. As sessões de treinamento foram realizadas em dois momentos antes da coleta de dados: o primeiro para verificar a reprodutilibidade inter-examinador entre os pesquisadores dos 6 centros em relação ao Examinador Padrão e o segundo verificou a reprodutibilidade entre os examinadores de cada centro em relação ao seu examinador principal. Os métodos de diagnóstico usados foram International Caries Detection and Assessment System (ICDASII) e Pulp, Ulceration, Fistula y Abscess (PUFA) para cárie dentária, Periodontal Screening and Recording (PSR) e Plaque Index (PI) para doença periodontal. Variáveis antropométricas forma medidas e utilizadas para calcular o índice de massa corpórea, e foram classificadas de acordo com os pontos de corte definidos pela International Obesity Task Force (IOTF). Coeficiente de Kappa e porcentagem de concordância foram calculados para demonstrar a confiabilidade inter e intraexaminador no processo de calibração e estudo piloto. Resultados: a concordância Kappa variou de 0.78 a 0.88 e a porcentagem de concordância de 96.07% a 98.10% para o ICDAS II, e para o PSR de 0.68 a 0.95 e 94.40% a 98.33%, respectivamente, no processo de calibração. No estudo piloto, 490 crianças (40.9% com sobrepeso e 12.9% obesos) e 364 adolescentes (23.4% com sobrepeso e 4.3% obesos) foram examinadas. A prevalência de cárie dentária foi de 66% nas crianças e 78% nos adolescentes e, 49% e 58% apresentaram sangramento gengival, respectivamente. Conclusão: Os resultados demonstraram boa confiabilidade e validade interna após o treinamento dos examinadores, assim como a viabilidade dos métodos escolhidos para este estudo multicêntrico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RANDO-MEIRELLES, M. P. M.; SOUSA, M. L. R.; VALE, G. C.; LAGES, V. A.; VASQUEZ, P. P.; JIMENEZ, P.; VILLENA, R. S.; ALVAREZ-PAUCAR, M. A. Oral health and obesity in the SAYCARE study: reliability and internal validity of diagnostic methods. OBESITY SCIENCE & PRACTICE, v. 5, n. 1, p. 59-67, FEB 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.