Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito adjuvante da terapia fotodinâmica antimicrobiana no tratamento periodontal não-cirúrgico em pacientes saudáveis, diabéticos e no tratamento periodontal cirúrgico

Processo: 17/07208-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Carla Andreotti Damante
Beneficiário:Carla Andreotti Damante
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças periodontais  Diabetes mellitus tipo 1  Laser 

Resumo

A terapia fotodinâmica antimicrobiana (aPDT) tem sido utilizada como tratamento adjuvante ao tratamento periodontal. Resultados positivos dessa associação com o tratamento de raspagem (RAR) têm sido relatados, tanto em pacientes saudáveis, quanto em pacientes com comprometimento sistêmico. Por outro lado, há escassos relatos de uso de aPDT associada a cirurgias periodontais. O objetivo desse estudo será avaliar o efeito da aPDT associada à RAR em pacientes saudáveis e diabéticos, bem como a associação com tratamento cirúrgico de regeneração de lesões de furca classe II. Também será avaliada a qualidade de vida dos pacientes submetidos aos vários tratamentos. No primeiro estudo, 76 pacientes (38 saudáveis, 38 com diabetes tipo1) receberão tratamento de RAR ou RAR associada à aPDT (Azul metileno 10mg/ml, laser vermelho, 100mW, 8J/dente, 4 sessões). Ao baseline, 3 e 6 meses, serão avaliados parâmetros clínicos periodontais como profundidade de sondagem (PS), nível clínico de inserção (NCI), sangramento à sondagem (SS), e salivares como pH, capacidade tampão. A glicemia capilar será medida em todos os pacientes e a hemoglobina glicada no grupo de diabetes. No segundo estudo, lesões de furca classe II bilateral em molares inferiores (15 pacientes) serão tratadas por RAR e regeneração com osso bovino e membrana reabsorvível ou RAR associada à aPDT e o mesmo tratamento regenerativo. Serão avaliados os mesmos parâmetros clínicos periodontais no baseline, 3 e 6 meses mais o preenchimento ósseo radiográfico (baseline e 12 meses). No primeiro estudo será colhido fluido gengival para análise de biomarcadores (1º estudo: IL-1², IL-4, IL-6, IL-8, TNF-±) através de imunoensaio multianalito Luminex. O terceiro estudo avaliará por meio de questionário OHIP a qualidade de vida dos pacientes submetidos aos vários tipos tratamento e nos períodos acima descritos. As análises estatísticas serão por meio de testes paramétricos ou não paramétricos dependendo da distribuição da amostra e testes de correlação, bem como análises hierárquicas, multinível ou regressão, conforme cabíveis. O nível de significância adotado será de 5% (p<0,05). (AU)