Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas perspectivas no emprego de fármacos que modificam neurotransmissores atípicos no tratamento de transtornos neuropsiquiátricos

Processo: 17/24304-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Francisco Silveira Guimaraes
Beneficiário:Francisco Silveira Guimaraes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Elaine Aparecida Del Bel Belluz Guimarães ; Leonardo Resstel Barbosa Moraes ; Sâmia Regiane Lourenço Joca
Pesq. associados:Alline Cristina de Campos ; Ana Carolina de Castro Issy Pereira ; Ana Luisa Bernardes Terzian ; Antonio Cardozo dos Santos ; Ariandra Guerini Sartim ; Claudia Maria de Castro Batista ; Cristina Aparecida Jark Stern ; Daniele Cristina de Aguiar ; Elaine Aparecida Del Bel Belluz Guimarães ; Fabricio de Araujo Moreira ; Fernanda Grecco Grano ; Fernando Morgan de Aguiar Correa ; Frederico Rogério Ferreira ; Glauce Crivelaro Do Nascimento ; Leandro José Bertoglio ; Mariza Bortolanza ; Maurício dos Santos Pereira ; Nilson Carlos Ferreira Junior ; Pedro Henrique Gobira Nunes ; Rúbia Maria Monteiro Weffort de Oliveira ; Sabrina Francesca de Souza Lisboa
Bolsa(s) vinculada(s):19/18846-0 - Papel do sistema endocanabinóide na dor muscular orofacial relacionada à Doença de Parkinson, BP.IC
19/26810-5 - Vesículas extracelulares como sinais do nicho neurogênico do hipocampo: participação nos efeitos comportamentais de medicamentos canabinóides e antidepressivos, BP.PD
18/15896-3 - Participação da Metilação do DNA no efeito antidepressivo rápido e sustentado induzido por canabidiol e ketamina, BP.PD
18/20433-2 - Efeitos neuroprotetores e comportamentais do agonista dos receptores PPAR³ pioglitazona em um modelo neurodesenvolvimental de esquizofrenia, BP.PD
Assunto(s):Fármacos  Neurotransmissores  Canabidiol  Endocanabinoides  Óxido nítrico  Transtornos neuropsicológicos 

Resumo

A necessidade do desenvolvimento de novos alvos terapêuticos para o tratamento de transtornos neuropsiquiátricos é consenso na literatura científica. Endocanabinoides (eCBs) e óxido nítrico (NO) têm sido propostos como dois destes possíveis alvos, e trabalhos do nosso grupo vem mostrando o potencial terapêutico de drogas que atuam sobre estes neurotransmissores atípicos em transtornos de ansiedade, depressão, psicoses, comportamento agressivo, Parkinson e neurodegeneração. O canabidiol (CBD), um fitocanabinoide não psicotomimético que, entre outros efeitos, pode aumentar as concentrações do endocanabinoide anandamida, já está em fase de testes clínicos para o uso em vários desses transtornos. No entanto, muitas questões importantes ainda permanecem abertas, tanto em termos de emprego em alguns transtornos específicos como, principalmente, em relação aos mecanismos envolvidos e se há interação entre eCBs e NO. Os estudos dos últimos anos abriram novas possibilidades, como a participação de mecanismos neuroinflamatórios e a facilitação da neurogênese e autofagia pelo CBD. Este projeto pretende dar continuidade a esta linha de pesquisa, procurando investigar 1. Qual contribuição relativa dos mecanismos da ação anti-inflamatória envolvida nos possíveis efeitos terapêuticas das abordagens farmacológicas descritas (CBD, inibidores da via do NO, modificadores do sistema eCB)?; 2. Quais outros transtornos neuropsiquiátricos que poderiam se beneficiar destas abordagens?; 3. Em casos de comorbidades, como por exemplo, a síndrome metabólica e transtornos ansiedade em que o componente inflamatório está presente, seriam essas novas abordagens terapêuticas relevantes?; 4. Quais outras vias intracelulares seriam responsáveis pelos efeitos destes compostos?; 5. Qual seria a participação específica dos endocanabinoides nas modulações de respostas recompensadoras e aversivas?; 6. Quais mecanismos epigenéticos estariam envolvidos nos efeitos induzidos por esses compostos? (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em neuropsicofarmacologia com bolsa da FAPESP  
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (65 total):
Mais itensMenos itens
Medicamentos que vêm da cannabis são alvo de pesquisa intensa 
Medicamentos que vêm da cannabis são alvo de pesquisa intensa 
Cannabis appears to reduce aggressiveness, study 
CANNABIS : Le cannabidiol pour réduire l'agressivité 
Cannabis : Le cannabidiol pour réduire l'agressivité 
Cannabidiol Attenuates Aggressiveness: Study 
Cannabidiol vermindert de agressiviteit, concludeert de studi 
Cannabidiol vermindert de agressiviteit, concludeert de studi 
Cannabidiol Attenuates Aggressiveness: Study 
CANNABIS : Le cannabidiol pour réduire l'agressivité 
O que já sabemos sobre o uso terapêutico do canabidiol 
O que já sabemos sobre o uso terapêutico do canabidiol 
In test with rats, cannabidiol showed sustained effects against depression for seven days 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Canabindol reduces aggressiveness, study concludes 
Study Shows CBD Reduces Aggressive Behavior 
Study finds cannabidiol can reduce isolation-induced aggression 
El cannabidiol disminuye la agresividad, de acuerdo con un estudio 
Could CBD reduce aggression? CBD-dosed mice half as likely to attack intruders 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
CBD Mellows Out Aggressive Shut-Ins 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Cannabidiol Attenuates Aggressiveness: Study 
Cannabidiol Mitigates Isolation-Induced Aggression 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol Reduces Aggressiveness, Study Concludes 
Cannabidiol vermindert de agressiviteit, concludeert de studi 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Cannabidiol reduces aggressiveness 
Cannabidiol reduces aggressiveness, study concludes 
Canabidiol diminui agressividade, diz estudo da USP 
Estudo conclui que Canabidiol diminui agressividade 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Cannabidiol has Reduced Aggressiveness, According to Researchers From the University of São Paulo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo feito na USP de Ribeirão Preto 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Estudo da USP conclui que CBD reduz agressividade 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo feito na USP em Ribeirão Preto 
Canabidiol - artigo brasileiro publicado na Science Direct mostra redução de agressividade 
Canabidiol diminui agressividade, diz estudo da USP – Exame 
Canabidiol reduz a agressividade, aponta estudo 
Canabidiol diminui agressividade, diz estudo da USP 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminui agressividade, conclui estudo 
Canabidiol diminuiu agressividade, concluem pesquisadores da USP 
Canabidiol diminuiu agressividade, concluem pesquisadores da USP 
Canabidiol diminui agressividade, diz estudo da USP 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAYMUNDI, ANA MARIA; DA SILVA, THIAGO R.; ZAMPRONIO, ALEKSANDER R.; GUIMARAES, FRANCISCO S.; BERTOGLIO, LEANDRO J.; STERN, CRISTINA A. J. A time-dependent contribution of hippocampal CB1, CB2 and PPAR gamma receptors to cannabidiol-induced disruption of fear memory consolidation. British Journal of Pharmacology, v. 177, n. 4, SI JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
LOPES, JADNA B.; BASTOS, JULIANA R.; COSTA, RAYSSA B.; AGUIAR, DANIELE C.; MOREIRA, FABRICIO A. The roles of cannabinoid CB1 and CB2 receptors in cocaine-induced behavioral sensitization and conditioned place preference in mice. Psychopharmacology, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
HARTMANN, ALICE; LISBOA, SABRINA FRANCESCA; SONEGO, ANDREZA BUZOLIN; COUTINHO, DEBORA; GOMES, FELIPE VILLELA; GUIMARAES, FRANCISCO SILVEIRA. Cannabidiol attenuates aggressive behavior induced by social isolation in mice: Involvement of 5-HT1A and CB1 receptors. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 94, AUG 30 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.