Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunoterapia com alvo em subpopulações de células-tronco de câncer derivadas de carcinoma epidermóide oral: papel das células natural killer

Processo: 18/08540-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2019 - 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Maria Fernanda Setúbal Destro Rodrigues
Beneficiário:Maria Fernanda Setúbal Destro Rodrigues
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Fabio Daumas Nunes ; José Ernesto Belizario
Assunto(s):Imunoterapia  Células matadoras naturais  Patologia 

Resumo

O carcinoma epidermóide oral (CEO) é uma neoplasia extremamente agressiva, associada com elevada taxa de mortalidade. Apesar dos avanços em relação ao tratamento do CEO, poucos benefícios foram alcançados em relação ao prognóstico e muitos pacientes desenvolvem recorrência e resistência à terapia. Evidências recentes mostram que o CEO apresenta uma população de células raras, denominadas células-tronco de câncer (CTC), as quais estão presentes em diferentes estados fenotípico, sendo responsáveis por sustentar o crescimento tumoral bem como participar nos mecanismos de progressão, metástase e resistência ao tratamento. Desta maneira, terapias que atuem especificamente nas CTC são necessárias para o sucesso do tratamento. Neste contexto, a imunoterapia adotiva com as células Natural Killer (NK) tem demonstrado ser uma potente ferramenta terapêutica em diferentes neoplasias malignas, uma vez que estudos recentes têm mostrado que as mesmas atacam preferencialmente as CTC em relação às demais células que compõem a neoplasia. Assim, o objetivo deste trabalho é avaliar o potencial das células NK em eliminar as subpopulações de CTC no CEO identificadas pelo fenótipo CD44high/ESAhigh, CD44high/ESAlow e amebóide, bem como os mecanismos celulares e moleculares envolvidos no reconhecimento e eliminação das CTC pelas células NK. Para realização deste projeto, linhagens celulares derivadas de CEO bem como suas respectivas subpopulações de CTC (CD44high/ESAlow, CD44high/ESAhigh e células ameboides) serão co-cultivadas com células NK isoladas a partir de sangue periférico de doadores saudáveis e posteriormente serão realizados ensaios celulares e moleculares in vitro, incluindo citotoxicidade, degranualção, formação de colônias e esferas, citometria de fluxo, apoptose, expressão gênica e ELISA para avaliar como as células NK atacam as CTC. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.