Busca avançada
Ano de início
Entree

Endocrowns vs. onlays cerâmicas com preenchimento e pinos de fibra utilizadas em dentes tratados endodonticamente - estudo clínico randomizado

Processo: 17/24153-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Susana Morimoto
Beneficiário:Susana Morimoto
Instituição-sede: Universidade Ibirapuera (UNIB). Campus Chácara Flora. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniela Prócida Raggio ; Maria Stella Nunes Araujo Moreira ; Reinaldo Macedo Fraga ; Tamara Kerber Tedesco
Assunto(s):Restaurações intracoronárias  Dentística  Restauração dentária permanente  Cerâmicas  Falha de restauração dentária 

Resumo

Objetivo: Avaliar os desfechos imediatos e mediatos de restaurações cerâmicas do tipo endocrown e onlay com pino de fibra de vidro e preenchimento resinoso em dentes tratados endodonticamente. Material e métodos: Um ensaio clínico controlado randomizado, duplo-cego (paciente e examinador) será conduzido por dois operadores previamente treinados e calibrados, que realizarão todos os procedimentos restauradores. As restaurações serão avaliadas imediatamente e longitudinalmente por um examinador calibrado, utilizando o critério USPHS e que desconheça os objetivos da pesquisa. Serão distribuídos aleatoriamente 20 pacientes para cada grupo, num total de 40 pacientes. A sequência de randomização será gerada (www.sealedenvelope.com) e para garantir o sigilo da alocação serão utilizados envelopes opacos, lacrados e numerados em série e mantidos em poder de um pesquisador independente até o momento da inclusão dos sujeitos. No grupo das onlays, os dentes receberão um pino de fibra de vidro no canal principal e preenchimento de resina composta. No grupo das endocrowns somente a restauração preencherá a câmara pulpar. As peças serão fresadas em IPS e-max CAD (Ivoclar Vivadent) e cimentadas com o sistema de cimentação adesivo Multilink (Ivoclar Vivadent). Serão comparados entre os grupos, os desfechos clínicos imediatos (centrados na restauração e no paciente) e mediatos (radiográficos e clínicos). As taxas de sobrevida e de sucesso serão definidas no período de 24 meses, com avaliações interinas de 6 e 12 meses. A sobrevida será estabelecida por meio de curva de sobrevida de Kaplan-Meier e o log-rank poderá ser conduzido para identificar as variáveis associadas com as falhas ao longo do tempo. Análise multivariável com modelos de regressão de Cox será utilizada para determinar os preditores de falha. Para as análises, o valor de significância será ajustado em 5% (AU)