Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos neurônios espelhos na Toxicodependência: um estudo Cross-Linguístico no Irã e no Brasil

Processo: 18/06504-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2018 - 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Convênio/Acordo: Cognitive Science and Technology Council of Iran
Pesquisador responsável:Fábio Marques Simões de Souza
Beneficiário:Fábio Marques Simões de Souza
Pesq. responsável no exterior: Reza Khosrowabadi
Instituição no exterior: Shahid Beheshti University (SBU), Irã
Instituição-sede: Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/04104-1 - O papel dos neurônios espelho na toxicodependência: um estudo cross-linguístico no Irã e no Brasil, BP.TT
Assunto(s):Neurociência computacional 

Resumo

Neurônios espelhos são considerados o mecanismo que permite o entendimento do significado e da intenção do que está sendo comunicado. Portanto, esses neurônios são ativados pela observação da ação dos outros. A significância desses neurônios está no fato deles estabelecerem uma relação entre os sons e seus significados correspondentes. Uma vez estabelecida esta relação, os neurônios espelho podem servir como base para formar palavras para a construção de contextos e produção de uma comunicação mais rica. Além disso, esses neurônios permitem as pessoas adorarem o ponto de vista de outras pessoas e interpretar a intenção dos outros. Portanto, nós acreditamos que os neurônios espelho podem resolver a dicotomia entre o Eu e os Outros. De outra perspectiva, pessoas em tratamento de toxicodependência temem o que outras pessoas pensam sobre a sua história passada. Alguns acreditam que esse sentimento de medo ou vergonha tem relação com o funcionamento dos neurônios espelhos. Considerando o fato que esses neurônios podem funcionar diferentemente quando presentes no sistema visual ou auditivo, a relação entre os neurônios espelhos e o estimulo verbal será investigado. Em outras palavras, a relação entre esses neurônios e a linguagem condicionada será estudada. Os resultados finais desse trabalho poderão ser úteis para propósitos de intervenção. Nesse estudo, pessoas alcoólicas e não alcoólicas serão recrutadas e suas respostas cerebrais serão analisadas utilizando EEG e fMRI durante uma tarefa linguística. O estudo de grupos de alcoólicos e indivíduos saudáveis do Brasil e do Iran abrirá um novo horizonte para tratamentos de toxicodependência. Além disso, os mecanismos biofísicos por traz do funcionamento alterado e saudável dos neurônios espelho será investigado utilizando técnicas de modelagem computacional biologicamente plausível. Nós esperamos utilizar esse modelo para auxiliar na descoberta de novos alvos para intervenções farmacológicas. Utilizando uma abordagem interdisciplinar, abordando aspectos anatômicos, eletrofisiológicos e biofísicos, entre outros, nós teremos o cenário ideal para o estudo do papel dos neurônios espelhos na toxicodependência. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.