Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de mapeamento digital 3D (fotogrametria) para educação e documentação patrimonial

Processo: 18/18958-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Simone Helena Tanoue Vizioli
Beneficiário:Simone Helena Tanoue Vizioli
Instituição-sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Andrea Adami ; Joubert José Lancha ; Paulo César Castral
Assunto(s):Mapeamento digital  Fotogrametria  Imagem tridimensional  Educação patrimonial  Documentação patrimonial 

Resumo

Este projeto está relacionado com os trabalhos que vêm sendo desenvolvidos no N.ELAC (Núcleo de Estudos de Linguagens em Arquitetura e Cidade) do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU.USP), do qual o proponente deste projeto é membro fundador. O N.ELAC desenvolve pesquisas de temas relacionados à Linguagem e Representação, entre eles o papel das ferramentas digitais. Além de pesquisas no campo das tecnologias digitais, o núcleo vem desenvolvendo desde 2012 até os dias atuais, projetos de extensão envolvendo a Educação Patrimonial por meio de jogos lúdicos, dentre os quais, jogos digitais que envolvem a representação digital (desenhos e modelos). Esta pesquisa nasce dos trabalhos apresentados no Colóquio Internacional Brasil-Itália "O desenho na história: a arte, o instrumento e a mão", organizado pelo N.ELAC com apoio da FAPESP, em 2017. Esta pesquisa tem como objetivo principal o estudo e a experimentação do mapeamento digital - fotogrametria, com aplicação em duas frentes: na documentação de patrimônios histórico-culturais e como contribuição para a Educação Patrimonial (jogos utilizando modelos digitais). O projeto terá como objeto de estudo a Fazenda do Pinhal, localizada em São Carlos, SP. Pretende-se com esta pesquisa, firmar um Acordo de Cooperação entre o IAU.USP e o Centro de Estudos Casa do Pinhal, consolidando as atividades de pesquisa e extensão da USP. O desenvolvimento da pesquisa, as missões internacionais e a execução dos modelos digitais com assessoria do Politécnico de Milão (POLIMI), as trocas de conhecimentos entre os laboratórios envolvidos (N.ELAC - IAU.USP e He.Su.Tech group do Mantova Lab - POLIMI) estreitarão os laços do Acordo de Cooperação existente entre o IAU.USP e o POLIMI. Metodologia. Construção de repertório: pesquisa bibliográfica sobre os temas: documentação e educação patrimonial, mapeamento 3D, estratégias de preservação e representação gráfica; levantamento de estudos já realizados onde tais tecnologias já foram utilizadas; sistematização das informações patrimoniais da Fazenda do Pinhal. Investigações Experimentais: sistematização das informações gráficas levantadas e produzidas sobre a Fazenda do Pinhal, experimentação da fotogrametria aplicada primeiramente em objetos como o Altar religioso que se encontra na capela da Fazenda e o vestido de época da Condessa, exposto na Casa; elaboração de modelo inicial da Casa principal da Fazenda, com uso do Sketchup. Este modelo será usado para o desenvolvimento de jogo digital para educação patrimonial e em uma segunda etapa, servirá de suporte para a fotogrametria da Casa da Fazenda; elaboração de modelo digital da Fazenda do Pinhal a partir da fotogrametria. Espaços de Reflexão: reflexão sobre as contribuições das novas tecnologias de digitalização, relacionando-as com a questão do registro digital na atualidade, das vantagens de seu uso e da criação de uma maior consciência sobre o valor patrimonial; compreensão sobre a aplicação de tais tecnologias de digitalização como contribuição tanto para o registro do patrimônio (e sua preservação), como no campo do restauro, possibilidade da interação do pesquisador com outros meios de fabricação de modelos tridimensionais; uso da tecnologia e de seus produtos na educação ambiental, espera-se criar um percurso virtual pela Fazenda a partir dos modelos desenvolvidos. Esta pesquisa contará com a participação dos Pesquisadores Associados: Prof. Joubert Lancha (IAU.USP), Prof. Paulo Castral (IAU.USP) e Prof. Andrea Adami (POLIMI); 02 bolsistas de IC (PUB) do IAU.USP (2018/2019) orientadas por este proponente: Laura Torggler e Marina Fuser e 01 aluna do IAU.USP (ex-bolsista deste proponente, Giulia Ravanini, que está realizando intercâmbio com bolsa USP, no POLIMI e fará estágio com o Prof. Andrea Adami). Contará também com a colaboração do "Centro de Estudos Casa do Pinhal", coordenado por Denize Quinsler. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.