Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle molecular por RNAs não codantes durante o desenvolvimento de frutos: do estabelecimento do gineceu até o amadurecimento do fruto

Processo: 18/24308-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Fabio Tebaldi Silveira Nogueira
Beneficiário:Fabio Tebaldi Silveira Nogueira
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):MicroRNAs 

Resumo

Frutos são originados da transição do ovário quiescente para o fruto em desenvolvimento. A evolução de estruturas reprodutivas como ovário e fruto facilitou a dispersão de sementes, a qual é considerada um processo chave para o sucesso reprodutivo das Angiospermas. O desenvolvimento do fruto e seu amadurecimento são orquestrados por vários fatores genéticos. Neste contexto, a regulação da expressão gênica via RNAs não codantes pequenos (microRNAs) e longos (lncRNAs) é um importante mecanismo que controla o desenvolvimento de órgãos reprodutivos. Essa regulação pode atuar conjuntamente com outros fatores (ex. hormônios) para controlar a identidade das células e coordenar o desenvolvimento dos órgãos reprodutivos. A genômica funcional tem mostrado que RNAs não codantes regulam vários processos durante o desenvolvimento reprodutivo, desde a formação do carpelo e desenvolvimento do ovário, até o amadurecimento do fruto. Nesta revisão, nós discutimos os mecanismos controlados por RNAs não codantes descritos na literatura atual, os quais atuam coordenando as principais etapas de desenvolvimento do gineceu e amadurecimento de frutos. (AU)