Busca avançada
Ano de início
Entree

Estação autônoma de monitoramento de insetos-pragas agrícolas

Processo: 17/22531-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de março de 2019 - 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Bárbara Mirelli de Melo e Castro
Beneficiário:Bárbara Mirelli de Melo e Castro
Empresa:Iagro Tecnologia e Inovação na Agricultura Ltda
CNAE: Consultoria em tecnologia da informação
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Campinas
Pesquisadores principais:Andrei Grespan
Pesq. associados:Angel Pontin Garcia ; Claudio Kiyoshi Umezu
Bolsa(s) vinculada(s):19/05831-4 - Estação autônoma de monitoramento de insetos-pragas agrícolas, BP.TT
19/06153-0 - Estação autônoma de monitoramento de insetos-pragas agrícolas, BP.TT
Assunto(s):Engenharia agrícola  Aprendizado computacional  Inteligência artificial  Processamento de imagens  Visão computacional  Manejo integrado de pragas 

Resumo

Atualmente, insetos-praga agrícola da ordem Lepidóptera, família Noctuidae, causam prejuízos na ordem de bilhões de reais as mais importantes culturas agrícolas do país. Seu monitoramento ainda é feito de maneira manual por meio do envio de técnicos a campo para inspeção visual ou através de métodos bem estabelecidos como, por exemplo, a “batida-de-pano”. Independentemente do método utilizado, este processo pode ser demorado se comparado com a dinâmica populacional de pragas desta família, uma vez que o monitoramento efetivo de ovos, lagartas, pupas e de adultos destas espécies, são determinantes para a implementação com êxito de estratégias de manejo integrado de pragas. Com o objetivo de desenvolver uma ferramenta para auxiliar no monitoramento de espécies de tais pragas, a presente proposta estabelece a análise e validação de uma solução inovadora, constituída por um equipamento (armadilha) de monitoramento autônomo, com capacidade de identificar e quantificar as espécies capturadas em campo. Esta é uma pesquisa interdisciplinar e encontra-se na interseção da agricultura, computação e entomologia ao englobar a concepção e implementação de uma tecnologia para o monitoramento automatizado de pragas. Na proposta será apresentado o funcionamento dos equipamentos (armadilhas), seu sistema de comunicação via protocolos de internet das coisas, além do processo de identificação e classificação das espécies para informar em tempo real o nível e a dinâmica de pragas em campo. Espera-se que diversos impactos positivos possam surgir do sucesso desta proposta inicial. Seja no âmbito ambiental (aplicações mais eficientes de defensivos agrícolas com a consequente redução da poluição de águas e solos), no âmbito agrícola (com o prolongamento da vida útil das variedades e tecnologias envolvidas tanto nas cultivares quanto nos defensivos agrícolas) ou no âmbito econômico, com a redução de prejuízos gerados pela tomada de decisão tardia no controle destas pragas. (AU)