Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade de parasitos associados a anfíbios e répteis das regiões centro-oeste e sudeste brasileiras

Processo: 18/09623-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2019 - 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Lucia Helena O'Dwyer de Oliveira
Beneficiário:Lucia Helena O'Dwyer de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Reinaldo José da Silva
Assunto(s):Helminthes  Taxonomia  Diversidade 

Resumo

O Brasil é considerado um país rico em fauna silvestre, sendo o terceiro colocado no ranking de biodiversidade de répteis e o primeiro colocado no ranking de biodiversidade de anfíbios. Entretanto, apesar de existirem estudos sobre parasitos nestes animais na região Neotropical, ainda há dúvidas a respeito da identificação de muitos deles. Com isso, o objetivo desse projeto é identificar e caracterizar a biodiversidade de espécies de hemoparasitos e helmintos, associados aos répteis e anfíbios procedentes das Regiões Centro-Oeste e Sudeste Brasileiras, abrangendo os Biomas Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal, considerados os principais em diversidade de herpetofauna. Nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, serão coletadas amostras de sangue e tecido (fígado, baço, rim, coração e pulmão) de répteis e anfíbios, para análise morfológica, morfométrica e molecular dos hemoparasitos e, também, todos os órgãos serão avaliados para a presença de helmintos parasitas. Além disso, esses animais serão inspecionados para presença de ectoparasitos, os quais serão identificados e, sua diversidade de parasitos analisada, já que são considerados vetores de vários patógenos. Com a identificação de espécies de parasitos que acometem répteis e anfíbios, estudos futuros poderão ser desenvolvidos com a finalidade de se conhecer o ciclo completo dessas espécies, bem como sua influência na saúde, comportamento, ecologia e reprodução desses animais na natureza. (AU)