Busca avançada
Ano de início
Entree

Um modelo de ondas oceânicas geradas pelo vento para o Atlântico Sul

Resumo

Neste projeto propõe-se implantar um sistema de previsão de ondas (SPO), que possa ser operacionalizado no Atlântico Sul. SPO é composto por um modelo atmosférico de área limitada com 16 níveis horizontais (MAL), e um modelo de previsão de ondas de superfície do oceano geradas pelo vento (MPO-92). MPO-92 será aplicado em 2 versões: uma de malha grossa (MPOMG) e outra de malha fina (MPOMF). MPOMG abrange uma área de cerca de 5 a 106 x 10 km2, e tem como finalidade gerar e propagar ondas em regiões remotas à costa brasileira. MPOMF será implantado na Bacia de Campos em uma área aproximada de 5 a 10 x 104 km2, incorporando irregularidades batimétricas. Esta região foi escolhida por dispor de alguns dados de ondas coletados pela Petrobras, de forma que os resultados de SPO possam ser comparados com observações. MPOMF será alimentado através das fronteiras e inicialmente por MPOMG. Ambos modelos necessitam de dados de vento 10 metros acima da superfície do mar. Estes arquivos de vento, contendo a evolução espacial e temporal do vento, serão gerados por MAL. Posteriormente SPO (particularmente MPOMF) deverá ser implantado em outras regiões de interesse. O código numérico deverá ter eficiência compatível com estações de trabalho atualmente disponíveis no mercado internacional. O projeto terá duração de 13 meses e 3 pesquisadores envolvidos. Sua viabilização requer a aquisição de 2 estações de trabalho em rede e "software" gráfico e matemático. (AU)