Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos receptores mineralocorticóides e glicocorticóides presentes no córtex pré-frontal medial no processo de extinção de memória aversiva em ratos submetidos ao estresse agudo

Processo: 17/14473-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Leonardo Resstel Barbosa Moraes
Beneficiário:Leonardo Resstel Barbosa Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos de estresse pós-traumáticos  Estresse  Glucocorticoides  Córtex pré-frontal 

Resumo

O desenvolvimento deste projeto tem como objetivo investigar o papel do estresse agudo e dos receptores mineralocorticoides e glicocorticoides presentes no córtex pré-frontal ventromedial (CPFvm) no processo de extinção de memória aversiva. Para responder à pergunta de pesquisa, ratos Wistar serão submetidos à cirurgia estereotáxica implantação de cânulas-guia nas regiões pré-límbica (PL) ou infralímbica (IL) do CPFvm. Após 4 dias de recuperação da cirurgia, um grupo de animais será submetido a uma única sessão de estresse por restrição (ER), por um período de 1 h, em tubos de inox ventilados (grupo estressado), enquanto outro grupo de animais permanecerá no Biotério sem estímulo (grupo não estressado), e este será considerado o dia 1 do procedimento de comportamental. Após 24h do procedimento de ER, ambos os grupos serão submetidos a uma segunda cirurgia: para implante de uma sonda rádio-telemétrica na aorta abdominal, a fim de monitorar as suas respostas autonômicas (pressão arterial e frequência cardíaca); ou canulação da aorta abdominal, para inserção de um cateter de polietileno na aorta abdominal, e sua posterior exteriorização no dorso do animal, de modo que possam ser coletadas amostras de sangue do mesmo animal, durante diferentes etapas do procedimento comportamental, para análise dos níveis de corticosterona. No 7º dia, e já após a recuperação dos animais do segundo processo cirúrgico, dar-se-á início ao paradigma de medo condicionado ao contexto (MCC), ao qual ambos os grupos, estressados e não estressados, serão expostos. Primeiramente os animais passarão pela sessão de condicionamento, e transcorridos duas horas serão treinados na tarefa de medo condicionamento ao contexto: 120 min de habituação seguido se 4 estímulos elétricos de 0,85 mA/1s em intervalos randômicos, e 120 min sem estímulos antes de remoção dos animais da caixa. Após 24 h os animais serão expostos ao mesmo aparato, na ausência do estímulo elétrico, durante 20 min para a sessão de extinção da memória condicionada contextual. E 24h após a sessão de extinção, para retenção da memória de extinção (sessão de teste) os animais serão novamente expostos à caixa de condicionamento, durante 5 min, na ausência de estímulo elétrico. Nas sessões de condicionamento, extinção e teste será mensurada a resposta emocional condicionada do animal (REC): Freezing (imobilidade total do animal, exceto os movimentos respiratórios), pressão arterial média, frequência cardíaca, e temperatura cutânea da cauda (esta última medida manualmente com auxílio de uma câmera térmica). Os compostos farmacológicos (antagonista dos receptores mineralocorticoide, RU 23318; ou antagonista dos receptores glicocorticoide, RU 486) e o veículo (solução salina 0.9 %+DMSO 1%, onde serão diluídos os fármacos) serão administrados aos animais através de microinjeção na região PL ou IL do CPFvm, imediatamente após a sessão de extinção. Deste modo, nossa hipótese é que o estresse agudo seja capaz de produzir um déficit na aprendizagem da extinção da memória aversiva associada ao medo condicionado através de alterações na expressão e ativação dos receptores para glicocorticoides no CPFvm, bem como modificações morfológicas nesta estrutura encefálica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.