Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento do vírus da nefrite aviária mostrando desordens entéricas

Processo: 19/03113-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2019 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Antonio José Piantino Ferreira
Beneficiário:Antonio José Piantino Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças das aves  Vírus 

Resumo

A síndrome de desnutrição crônica (RSS) é uma das doenças associadas a muitos vírus detectados. No Brasil, houve relatos de vários surtos de doença entérica em frangos nos quais o vírus da nefrite aviária (ANV) foi detectado; no entanto, o papel da ANV nos surtos e se o vírus era um agente causador desses casos de doenças entéricas não foi determinado. O objetivo deste estudo foi isolar o ANV em ovos embrionados livres de patógenos específicos (SPF) de ovos embrionados de galinha (CEE) do conteúdo entérico de galinhas mostrando sinais de RSS. Para tanto, 22 amostras de conteúdo entérico de frango positivo para ANV foram inoculadas em SPF-CEE com 7 e 14 dias de idade, via saco vitelínico, e incubadas por 5 dias, totalizando 3 passagens. O isolamento do vírus foi confirmado pela presença de lesões embrionárias, detecção de RNA viral por RT-PCR e visualização de partículas virais utilizando microscopia eletrônica. Portanto, os embriões inoculados com 7 dias de idade mostraram nanismo, consistência gelatinosa, hemorragia e edema nos embriões, enquanto que os de 14 dias não apresentaram qualquer alteração. O RNA viral foi detectado nos embriões de ambas as idades de inoculação, e as mesmas partículas virais foram visualizadas. Os embriões do grupo simulado não apresentaram alteração e foram negativos para todos os testes. O cDNA viral foi sequenciado, e as análises moleculares e filogenéticas mostraram que os isolados brasileiros estão mais relacionados com o grupo sorotipo ANV-1; as seqüências desses isolados mostraram uma alta porcentagem de similaridade de nucleotídeos (86,4 a 94,9%) e aminoácidos (92,3 a 98,7%) com outras seqüências da China, Japão, Austrália e Estados Unidos que pertencem a esse sorotipo anteriormente classificado. Neste estudo, isolamos 8 amostras de ANV em SPF-CEE de amostras de conteúdo entérico de frangos com RSS. Ao fazer isso, mostramos as lesões patológicas no embrião causadas pelo vírus e a caracterização molecular de uma parte do gene ORF 1b do vírus. (AU)