Busca avançada
Ano de início
Entree

Roland Barthes começo e fim: rumores da língua e desditos da fotografia de arte

Processo: 18/17470-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Artes Plásticas
Pesquisador responsável:Leda Tenório da Motta
Beneficiário:Leda Tenório da Motta
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fotografia  Imagem 

Resumo

Configurando-se como plaquette, o livro consagra-se a assinalar uma recorrência de temas e conceitos num preciso corpus de textos da primeira e da última fases da obra de Roland Barthes, descrevendo o seu círculo virtuoso, já assinalado em trabalhos anteriores, publicados com chancela da FAPESP, como Roland Barthes- Uma biografia intelectual. Nesse sentido, dedica-se uma releitura de Mitologias, do ângulo inédito de sua frequentação literal da Grécia fabulosa, e à recensão de um pequeno conjunto final de ensaios barthesianos datados do momento de A câmara clara, por ora bastante inexplorados, que se voltam inesperadamente à fotografia de arte, assunto ao largo do qual o autor parecia manter-se apartado até então, o que se descobre não ser verdade. Trata-se de evidenciar o eterno combate de Barthes ao mito, entendido como sistema dobrado de significações, o papel central do conceito de "grau zero" nesse combate e a maneira como, através do conceito tardio de "punctum", correlato do "grau zero" no campo das imagens fotográficas, o autor termina por estender a ideia de escritura no grau zero certa fotografia, apontando sua conquista do estilo. Encimados por enunciados rigorosamente denotativos, que já anunciam a economia visual que ele tem em mente, quando destaca um brilhante trio de fotógrafos-autores, que passam à época despercebidos, está-se falando da seguinte produção barthesiana final e do seguinte insuspeito cânone de fotógrafos autores: "Sobre fotografias de Daniel Boudinet", "Nota sobre um álbum de fotografias de Lucien Clergue" e "Bernard Faucon". O objetivo é apresentar essa vertente da fotografia francesa, de força subversiva, aos estudiosos em geral da imagem, da fotografia e das artes. Sendo a edição bilíngue e a distribuição internacional, a proposta alcança os estudiosos estrangeiros. Pede-se considerar que a arte das imagens ainda não está definida no projeto gráfico, que cada capítulo envolve um tipo de imagem e que as imagens ora apresentadas são a título de ilustração. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Roland Barthes e a arte na fotografia 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (2 total):
Roland Barthes e a arte na fotografia 
Roland Barthes e a arte na fotografia 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.