Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do tiametoxam em tecido de abelha e de pólen por LCMSMS e avaliação do risco ambiental do inseticida tiametoxam aplicado ao cultivo do morango sobre as abelhas Apis mellifera L. e Tetragonisca angustula Latreille (1811)

Processo: 18/16244-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Eny Maria Vieira
Beneficiário:Eny Maria Vieira
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Avaliação de risco  Abelhas  Agrotóxicos  Poluição ambiental 

Resumo

Tiametoxam é considerado um inseticida neonicotinóide de segunda geração, muito utilizado em uma diversidade de cultivos no Brasil e no mundo. Assim como os demais nenicotinóides, seu efeito tóxico sobre a saúde de agentes polinizadores tem sido amplamente descrito na literatura e associado a efeitos de desordens observadas em toda a população, trazendo consequências danosas para a agricultura e, principalmente para a sobrevivência das espécies. O presente projeto visa a avaliação de risco ambiental das espécies Apis mellifera e Tetragonisca angustula expostas ao tiametoxam e determinação desse inseticida em amostras de pólen de morangueiro e nas abelhas. A determinação química será otimizada a partir do uso da metodologia QuEChERS e análise por LC-MS/MS. Os efeitos tóxicos serão investigados a partir de exposição aguda e crônica, envolvendo diferentes fases de desenvolvimento das abelhas (adulto e larvas) e utilização de biomarcadores de exposição. Análises palinológicas das preferências alimentares de T. angustula confirmarão o risco associado às lavouras de morango. A caracterização de risco será então determinada a partir do quociente de risco (QR) calculado a partir de dados obtidos nesse estudo (determinação e toxicidade). Dessa forma, espera-se contribuir para o conhecimento científico envolvendo o impacto desse inseticida sobre as espécies investigadas e a possível adoção de medidas mitigadoras em caso de confirmação de risco ambiental observado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO DO PRADO, FERNANDA SCAVASSA; DOS SANTOS, DAYANA MOSCARDI; DE ALMEIDA OLIVEIRA, THIESSA MARAMALDO; MICHELETTI BURGARELLI, JOSE AUGUSTO; CASTELE, JANETE BRIGANTE; VIEIRA, ENY MARIA. Determination and uptake of abamectin and difenoconazole in the stingless bee Melipona scutellaris Latreille, 1811 via oral and topic acute exposure. Environmental Pollution, v. 265, n. B OCT 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.