Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da ressonância magnética para estudo quantitativo da microarquitetura óssea e sua relação com o acúmulo de gordura muscular e óssea no diabetes melito tipo 2

Processo: 18/14060-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Francisco José Albuquerque de Paula
Beneficiário:Francisco José Albuquerque de Paula
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Ressonância magnética  Densidade óssea  Osteoporose  Gordura intramuscular 

Resumo

A fragilidade óssea recentemente foi reconhecida como uma das complicações do diabetes melito tipo 2 (DM2). A massa óssea no DM2 é normal ou elevada quando comparada com um grupo controle. Desta forma, a fragilidade óssea pode estar relacionada com prejuízo na qualidade óssea. A densitometria óssea, mesmo sendo o padrão ouro de avaliação da massa óssea, não revela parâmetros de qualidade óssea. Assim, torna-se necessário explorar outras ferramentas capazes de inferir parâmetros de qualidade óssea. Diversas evidências indicam que no DM2, os tecidos muscular e adiposo apresentam alterações funcionais e estruturais, as quais são determinantes do aparecimento de complicações crônicas micro e macrovasculares. Em particular, a deposição ectópica de lipídeos é geradora de resistência insulínica e inflamação tecidual. Os tecidos muscular e adiposo também têm importante papel no desenvolvimento e manutenção da massa óssea. Atualmente, ainda está por ser elucidado o papel que a resistência insulínica, bem como as alterações musculares e do tecido adiposo exercem na osteopatia no DM2. A ressonância magnética é uma metodologia versátil capaz de medir quantitativamente a adiposidade presente nos mais diversos tecidos, incluindo a medula óssea e o tecido muscular. Além disto, a ressonância magnética é também uma ferramenta alternativa, para avaliação da microarquitetura óssea. A adiposidade da medula óssea é um fator que vem sendo estudado como parâmetro que se correlaciona negativamente com a massa óssea, como por exemplo na anorexia nervosa e osteoporose associado ao envelhecimento. No entanto, ainda são escassos os dados de adiposidade da medula óssea em obesos e diabéticos do tipo 2. Desta forma, a presente proposta de estudo objetiva avaliar se existe relação entre a deposição ectópica de gordura em tecido muscular com a quantidade de tecido adiposo da medula óssea, assim como com a massa óssea e parâmetros estruturais do tecido ósseo em pacientes com DM2. Para tanto, exames de densitometria óssea serão utilizados para avaliação de massa óssea e ressonância magnética será empregada para avaliação de gordura em osso axial (terceira vertebra lombar) e periférico tíbia proximal por meio de espectroscopia de 1H. A ressonância magnética será também utilizada para avaliação quantitativa da estrutura óssea. Serão realizados exames bioquímicos para identificar alterações dos fatores secretados por estes sistemas. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ARAUJO, I. M.; PARREIRAS-E-SILVA, L. T.; CARVALHO, A. L.; ELIAS, JR., J.; SALMON, C. E. G.; DE PAULA, F. J. A. Insulin resistance negatively affects bone quality not quantity: the relationship between bone and adipose tissue. OSTEOPOROSIS INTERNATIONAL, v. 31, n. 6 FEB 2020. Citações Web of Science: 0.
PARREIRAS-E-SILVA, LUCIANA T.; DE ARAUJO, IANA M.; ELIAS JR, JORGE; NOGUEIRA-BARBOSA, MARCELLO H.; SUEN, VIVIAN M. M.; MARCHINI, JULIO S.; SALMON, CARLOS E. G.; ALBUQUERQUE DE PAULA, FRANCISCO JOSE. Osteoporosis and Hepatic Steatosis: 2 Closely Related Complications in Short-Bowel Syndrome. Journal of Parenteral and Enteral Nutrition, FEB 2020. Citações Web of Science: 0.
ANNUAL REVIEW OF PHYSIOLOGY, VOL 82. Citações Web of Science: 1.
JAMILLY GOMES MACIEL; IANA MIZUMUKAI DE ARAÚJO; LUCIO C. TRAZZI; PAULO MAZZONCINI DE AZEVEDO-MARQUES; CARLOS ERNESTO GARRIDO SALMON; FRANCISCO JOSÉ ALBUQUERQUE DE PAULA; MARCELLO HENRIQUE NOGUEIRA-BARBOSA. Association of bone mineral density with bone texture attributes extracted using routine magnetic resonance imaging. Clinics, v. 75, p. -, 2020. Citações Web of Science: 0.
BATISTA, SERGIO LUCHINI; DE ARAUJO, IANA MIZUMUKAI; CARVALHO, ADRIANA LELIS; ALENCAR, MARIA AUGUSTA V. S. D.; NAHAS, ANDRESSA K.; ELIAS JR, JORGE; NOGUEIRA-BARBOSA, MARCELLO H.; SALMON, CARLOS E. G.; ELIAS, PAULA C. L.; MOREIRA, AYRTON C.; CASTRO, MARGARET; DE PAULA, FRANCISCO J. A. Beyond the metabolic syndrome: Visceral and marrow adipose tissues impair bone quantity and quality in Cushing's disease. PLoS One, v. 14, n. 10 OCT 15 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.