Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de dieta hiperlipídica por curto período de tempo reduz a expressão hipotalâmico do receptor nicotínico colinérigico do tipo alfa7 e afeta resposta anti-inflamatória em modelo de sépsis em camundongo

Processo: 19/05263-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2019 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Marcio Alberto Torsoni
Beneficiário:Marcio Alberto Torsoni
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Camundongos  Resposta inflamatória  Dieta hiperlipídica 

Resumo

A sepse é uma das principais causas de morte em pacientes hospitalizados e a inflamação crônica e de baixo grau observada na obesidade parece piorar a suscetibilidade e a morbidade das infecções. No entanto, pouco se sabe a respeito de uma dieta hiperlipídica de curto prazo (HFD) e seu papel no desenvolvimento da sepse. Aqui, mostramos, pela primeira vez, que o consumo de HFD por curto período prejudica a sinalização mediada pela subunidade ±7 do receptor de acetilcolina nicotínico (±7nAChR), um dos principais componentes da via anti-inflamatória colinérgica, com foco na inflamação hipotalâmica e resposta imune inata.Os camundongos foram aleatoriamente divididos em grupos para consumir HFD ou ração padrão (SC) durante 3 dias e a sepse foi subsequentemente induzida por uma injecção letal intraperitoneal (i.p.) de lipopolissacárido (LPS) ou por cirurgia de ligadura e punção do ceco (CLP). Em protocolo separado, ambos os grupos receberam LPS (i.p.) ou LPS (i.p.) conjuntamente com o agonista selectivo de ±7nAChR, PNU-282987 (i.p. ou intracerebroventricular; i.c.v.), e foram sacrificados 2 horas após o desafio. O consumo de HFD por curto período reduziu significativamente os níveis de RNAm e da proteína ±7nAChR no hipotálamo e fígado. A microscopia de imunofluorescência demonstrou menor número de células positivas para subunidade ±7 do receptor colinérgico nicotínico (CHRNA7) no núcleo arqueado (ARC) e aumento de células F4 / 80 + na ARC e eminência mediana (ME), o que pode contribuir para danos neuronais. As células positivas para GFAP e antígeno nuclear neuronal (NeuN) também estavam aumentadas após o consumo de uma HFD. Os camundongos alimentados com HFD morreram rapidamente após uma dose letal de LPS ou após cirurgia CLP. O desafio com LPS elevou os níveis de citocinas em ambos os grupos; no entanto, níveis mais elevados foram observados em camundongos HFD. Além disso, a administração de PNU-282987 (i.p. ou i.c.v.) reduziu os níveis de marcadores inflamatórios no hipotálamo após injecção de LPS; no entanto, em camundongos alimentados com HFD, o efeito do PNU-282987 foi muito menor do que em camundongos alimentados com ração padrão. Aqui, nós fornecemos evidências de que o consumo de HFD por curto período prejudica precocemente a expressão de ±7nAChR em tecidos centrais e periféricos, contribuindo para uma maior probabilidade de morte na sepse. (AU)