Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre trabalho, sensibilização alérgica e asma: estudos longitudinais de caracterização e prevenção

Resumo

Estudo multicêntrico de nosso grupo revelou prevalência aumentada de sensibilização alérgica em estudantes e trabalhadores universitários que manipulam animais de laboratório. Esta sensibilização ocupacional associou-se à maior prevalência de asma, rinite e eczema. Descreve-se aumento da prevalência de alergia e asma nas últimas décadas em crianças e na população geral. Estudos e teorias indicam a falta de contato com micro-organismos como responsável por esse aumento de prevalência - teoria da higiene. Probióticos são micro-organismos vivos que, quando administrados em quantidade adequada, conferem benefício e tem papel na imunomodulação. Seu emprego já se tornou recomendado na gestação e amamentação para profilaxia de alergia quando há risco elevado. Propomos um conjunto de estudos nacionais, multicêntricos e multidisciplinares com a hipótese principal de haver efeito dos probióticos na prevenção de doenças alérgicas, asma, doenças periodontais, distúrbios nutricionais e alterações do hábito intestinal. Planejamos amostra populacional de estudantes e funcionários universitários cujo risco para doenças alérgicas relacionadas ao trabalho seja elevado. Os projetos associados visam complementar a avaliação de efeitos dos probióticos em condições potencialmente responsivas a esse tratamento; visam propor mecanismos de ação, em estudo clínico e experimental; e, finalmente, permitirão o controle de qualidade dos estudos principais. A proposta é inovadora, planejada em consonância com as dificuldades inerentes à pesquisa clínica e visa um aproveitamento ótimo dos recursos humanos e financeiros. Os resultados esperados incluem uma abordagem de baixo custo para a profilaxia de doenças prevalentes, crônicas, incuráveis e associadas a morbimortalidade relevante. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENEGHINI, A. C.; KOENIGKAM-SANTOS, M.; PEREIRA, M. C.; TONIDANDEL, P. R.; TERRA-FILHO, J.; CUNHA, F. Q.; DE MENEZES, M. B.; VIANNA, E. O. Biomass smoke COPD has less tomographic abnormalities but worse hypoxemia compared with tobacco COPD. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 52, n. 5 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.