Busca avançada
Ano de início
Entree

Caraterização isotópica de ácidos húmicos e adsorção de metais pesados no sistema estuarino de Cananéia-Iguape (Estado de São Paulo)

Processo: 18/08738-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Geológica
Pesquisador responsável:Christian Millo
Beneficiário:Christian Millo
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Elisabete de Santis Braga da Graça Saraiva ; Maria De Nobili ; Stefano Covelli
Assunto(s):Oceanografia química  Poluição  Metais pesados  Isótopos estáveis  Estuários 

Resumo

Ácidos húmicos são definidos como uma mistura de compostos orgânicos formados pela degradação de plantas e resíduos microbianos. Esses compostos são de interesse ambiental por causa do seu alto poder de adsorção de metais, o que pode influenciar a mobilidade de metais pesados em ambientes estuarinos impactados pela mineração. O sistema estuarino de Cananeia-Iguape (estado de São Paulo), atualmente área de proteção ambiental, sofre contaminação por metais pesados, principalmente Pb, devido ao aporte de resíduos de mineração oriundos da bacia do rio Ribeira de Iguape. Embora não haja mais uma intensa atividade extrativa desde o século passado, recentes estudos demonstram que a quantidade de Pb no sedimento ainda atinge níveis preocupantes. É esperado que uma quantidade significativa de Pb e outros metais pesados seja adsorvida sobre ácidos húmicos e retida nos sedimentos. O presente projeto visa (i) identificar a fonte principal (marinha ou continental) de ácidos húmicos no sistema estuarino de Cananeia-Iguape com base na composição isotópica do carbono e nitrogênio; (ii) mapear a abundancia e a distribuição de ácidos húmicos de origem marinha e continental; (iii) quantificar o Pb e outros metais pesados adsorvidos sobre ácidos húmicos de origem marinha e continental, de forma avaliar qual tipo possui maior afinidade química com os metais. Os resultados esperados irão aprimorar nosso entendimento sobre o papel dos ácidos húmicos na dispersão de metais pesados em ambiente estuarino. O projeto tem relevância social, considerado que o sistema estuarino de Cananeia-Iguape é Area de Proteção Ambiental reconhecida pela UNESCO com presença de numerosas comunidades pesqueiras tradicionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.