Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização morfológica e molecular de espécies de Biomphalaria Preston, 1910 (Mollusca: Planorbidae) pertencentes ao complexo tenagophila.

Processo: 18/05360-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Fernanda Pires Ohlweiler
Beneficiário:Fernanda Pires Ohlweiler
Instituição-sede: Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Demetrius da Silva Martins ; MARCIA MOREIRA HOLCMAN ; Patricia Jacqueline Thyssen
Assunto(s):Esquistossomose  Planorbidae  Taxonomia  Malacologia  Biomphalaria 

Resumo

O objetivo do trabalho é caracterizar Biomphalaria tenagophila, B. occidentalis e B. t. guaibensis, que compõem o complexo tenagophila, com o auxílio da taxonomia morfológica e molecular e fornecer subsídios para o conhecimento das relações de parentesco entre as espécies envolvidas. A área de estudo abrange coleções hídricas de municípios inseridos nas bacias hidrográficas Alto Tietê (São Paulo), Guaíba (Rio Grande do Sul), Litorânea (Rio Grande do Sul) e Uruguai (Rio Grande do Sul). As coletas de moluscos serão realizadas entre agosto de 2018 e janeiro de 2019. Será realizado o estudo detalhado da conquiliologia, conquiliometria, morfologia externa, aparato radular, sistema reprodutor e órgãos excretores. As estruturas que integram a região da vagina e o complexo peniano serão descritas microanatomicamente. Serão avaliados os caracteres morfológicos e caracterizados os marcadores moleculares de valor sistemático para esclarecer o posicionamento das espécies B. tenagophila, B. occidentalis e B. t. guaibensis dentro do complexo tenagophila. O projeto ampliará os conhecimentos sobre a sistemática do grupo, possibilitando a correta identificação dos caramujos, o reconhecimento das áreas propícias à esquistossomose e a delimitação das regiões de risco de introdução ou expansão da esquistossomose. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PALASIO, RAQUEL GARDINI SANCHES; ROSSIGNOLI, THAYS DE JESUS; DI SESSA, RICCARDO COSTABILE SIMONE; OHLWEILER, FERNANDA PIRES; CHIARAVALLOTI-NETO, FRANCISCO. Spatial analysis of areas at risk for schistosomiasis in the Alto Tiete Basin, Sao Paulo, Brazil. Acta Tropica, v. 224, . (18/05360-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.